Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do tratamento anti-hipertensivo na reatividade vascular, estresse oxidativo e controle pressorico.

Resumo

O tratamento da hipertensão arterial reverte o risco epidemiológico para o acidente vascular cerebral, mas só atenua parcialmente os eventos coronarianos. A disfunção endotelial tem sido considerada um marcador de eventos cardiovasculares, intimamente relacionada com a aterosclerose e a hipertensão arterial. O propósito deste estudo é o de comparar dois diuréticos (hidroclorotiazida e indapamida) e ainda um inibidor da ECA (perindopril), no tratamento da hipertensão arterial leve a moderada, isoladamente ou associados a uma segunda dose do perindopril, em relação à vasorreatividade (velocidade da onda de pulso e vasodilatação mediada pelo fluxo por ultra-som), estresse oxidativo (TBARS e FOX), inflamação (proteína C reativa us), hemostasia, perfil lipídico e glicemia/insulinemia. O estudo será prospectivo, duplo-cego, controlado por placebo e testará a hipótese de que a redução pressórica, pelos tratamentos propostos apresentará efeitos diferenciados em relação a alguns dos mecanismos envolvidos no desenvolvimento da aterosclerose. (AU)