Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de metais em alimentos e amostras ambientais por espectrometria de absorção atômica. aquisição de espectrômetros de absorção atômica

Processo: 04/00483-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2004 - 30 de novembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Solange Cadore
Beneficiário:Solange Cadore
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Metais  Alimentos 

Resumo

Espécies químicas tais coma arsênio, selênio, antimônio, alumínio, zinco, cobre, cádmio, mercúrio, chumbo, etc. podem acarretar danos irreparáveis tanto ao ser humano quanto ao meio ambiente, mesmo quando presentes em concentrações extremamente baixas. Assim, é importante o desenvolvimento de métodos de análise rápidos, precisos e exatos. Esta exigência ocorre em virtude da pequena concentração da espécie de interesse em amostras muitas vezes complexas, sendo necessário o uso de métodos instrumentais analíticos, que nem sempre apresentam a sensibilidade e a seletividade necessárias para detectar diretamente os elementos presentes em um nível de concentração muito baixo. Nestes casos, é necessário acrescentar uma etapa de pré-concentração ou, então, trabalhar com métodos híbridos em uma instrumentação adequada. Métodos automatizados de análise estão cada vez mais aperfeiçoados e desenvolvidos, tornando-se uma prática usual devido à vantagem de se poder realizar um grande número de análises com menor tempo e custo, além da geração de menor quantidade de resíduos. Este projeto tem por objetivo a aquisição de instrumentação adequada para o desenvolvimento de procedimentos analíticos visando a determinação de metais em diferentes tipos de amostras. Desta forma, a principal meta é a aquisição de espectrômetros de absorção atômica, com chama e com forno de grafite. Essa técnica pode estar associada à um sistema de injeção em fluxo, permitindo uma freqüência analítica maior, além do menor consumo de reagentes. (AU)