Busca avançada
Ano de início
Entree

Consolidação Racional de Resíduos - CRR

Processo: 06/56611-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de junho de 2007 - 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Carolina Afonso Pinto
Beneficiário:Carolina Afonso Pinto
Empresa:Sistema Ciclo Processamento Ltda. - ME
Município: São Paulo
Auxílios(s) vinculado(s):11/51123-0 - Dr Resíduo: destinação racional de resíduos, AP.PIPE3
11/52000-9 - Dr. Resíduo: destinação racional de resíduos, AP.PIPE3
Bolsa(s) vinculada(s):08/10073-7 - Consolidação Racional de Resíduos - CRR, BP.TT
08/10855-5 - Consolidação Racional de Resíduos, BP.TT
08/09154-2 - Consolidação Racional de Resíduos - CRR, BP.TT
08/08664-7 - Consolidação Racional de Resíduos, BP.TT
07/52627-6 - Consolidação Racional de Resíduos: CRR, BP.PIPE
Assunto(s):Sistemas de informação  Resíduos sólidos  Reciclagem de resíduos urbanos 

Resumo

Neste projeto é abordada uma possível solução do problema da logística de destinação de resíduos sólidos, um dos grandes desafios recentes da humanidade, devido ao acentuado ritmo de crescimento econômico experimentado nas últimas décadas. Segundo estatísticas do IBGE (PNSB, 2000) referentes à disposição dos resíduos sólidos, cerca de 75% das cidades brasileiras depositam seus resíduos sólidos em lixões. A tendência de médio e longo prazo é o gerenciamento mais efetivo e eficiente do tratamento de resíduos sólidos, resultando nas soluções de recuperação da energia, retorno dos materiais ao ciclo produtivo, e na correta disposição final ao invés de formas arbitrárias de destinação. Quando um determinado material é passível de reciclagem e não recebe o tratamento adequado, observamos perdas econômicas, ambientais e sociais (desperdício). Boa parte dos resíduos ainda não é explorada devido a deficiência logística, o que inviabiliza economicamente a consolidação e destinação. Diversos materiais deixam de ser reciclados devido à falta de: informação em relação a possíveis tecnologias de reciclagem, mercado reciclador e consumidor, estímulo regional, rede logística que possibilite a reciclagem ou simplesmente um contato comercial que viabilize o processo. O projeto Consolidação racional de resíduos tem como princípio permitir a reinserção de materiais na cadeia produtiva, pela correta atuação em variáveis relacionadas à redução do custo logístico reverso (frete), permitindo assim a transformação do "lixo" em matéria prima. Buscamos atuar especificamente no tratamento das informações relativas às atividades de logística reversa, otimizando o frete de retorno de materiais para viabilizar economicamente a coleta de resíduos. Isso será feito por uma consolidação e roteirização virtual de resíduos, anterior a coleta física, diminuindo o custo de transporte e garantindo a comercialização de lotes consolidados a valores competitivos de mercado. Os usuários (indústrias geradoras, comércio, abastecimento, cooperativas de catadores de lixo, empresas de coleta, empresas de beneficiamento e empresas de processamento de materiais recicláveis) alcançarão ganhos de escala, que serão distribuídos por toda a cadeia. Não há no mercado uma ferramenta com procedimentos de comércio eletrônico e suporte logístico gerando segurança e receita para as partes envolvidas, que proporcione condições para o desenvolvimento de diversos mercados, alguns ainda incipientes, outros por horas inexistentes, aumentando a gama de resíduos passíveis de reciclagem e contribuindo para o "triple bottom line" envolvimento econômico e social de forma ambientalmente correta e segura). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Rede possibilita que empresas façam gestão de resíduos 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Rede dá apoio para empresas gerir resíduos 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.