Busca avançada
Ano de início
Entree

Suscetibilidade a drogas antifúngicas e estudo do gene de resistência aos azóis (ERG 11) de isolados clínicos e ambientais de Cryptococcus neoformans das diversas regiões brasileiras: determinação dos sorotipos, cariótipos, mating types e das isoenzimas superóxido dismutase (SOD): CuZnSOD, MnSOD

Processo: 04/05407-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2005 - 30 de junho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Claudete Rodrigues Paula Gandra
Beneficiário:Claudete Rodrigues Paula Gandra
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Criptococose  Cryptococcus neoformans  Interações hospedeiro-parasita  Esterol 14-desmetilase  Superóxido dismutase  Cariótipo  Antifúngicos 

Resumo

Devido à elevada frequência da criptococose nas últimas décadas, especialmente na América Latina, pesquisas em áreas de biologia molecular, ecologia e epidemiologia têm sido desenvolvidas com relação a levedura Cryptococcus neoformans na tentativa de se compreender os mecanismos envolvidos na relação parasito-hospedeiro. De acordo com dados do próprio Ministério, a criptococose ocupa o 4º lugar entre as infecções oportunistas que iniciam o quadro de AIDS. Neste trabalho serão analisadas amostras de origem clínica e ambiental, obtidas de diferentes áreas geográficas do território brasileiro. Após comparações dos diversos dados obtidos, estabelecer-se-á tratamento estatístico dos mesmos a fim de analisar a presença ou não de correlações entre a origem (clínica e ambiental) e as características investigadas como sorotipo, suscetibilidade a antifúngicos, análise do gene ERG 11 associado a fenômenos de resistência a drogas azólicas, canótipo, mating type e fatores de virulência associados às enzimas superóxido dismutases (SODs). (AU)