Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistema para medição de oxigênio dissolvido por meio de microsensores

Processo: 06/56457-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2007 - 31 de janeiro de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Medidas Elétricas, Magnéticas e Eletrônicas, Instrumentação
Pesquisador responsável:José Roberto Campos
Beneficiário:José Roberto Campos
Empresa:Paulo Eduardo Silveira - ME
Município: São Carlos
Auxílios(s) vinculado(s):09/52957-1 - Sistema para medição de oxigênio dissolvido por meio de microssensores, AP.PIPE
Assunto(s):Microssensores  Biofilmes 

Resumo

Microssensores para Oxigênio Dissolvido (OD) estão se tornando ferramentas indispensáveis para estudos de biofilme e de pequenas amostras de consórcios de microorganismos. Medições feitas com volume de amostra extremamente reduzido, a não necessidade de manutenção (como necessário para sensores ‘convencionais’), medidas pontuais de extrema precisão e a memorização do perfil das medições, constituem algumas importantes vantagens desta tecnologia. Além disso, a medida de concentração de oxigênio dissolvido é uma variável de extrema importância no monitoramento da qualidade da água, bem como no tratamento de efluentes líquidos e no controle de qualidade de enorme gama de produtos industrializados e de nanotecnologia. Os principais objetivos deste projeto, na fase I serão: a) o aprimoramento de equipamento eletrônico e software capazes de efetuar leituras de oxigênio dissolvido utilizando microssensores de forma autônoma; b) aprimoramento nas técnicas de manufatura dos microssensores a fim de se viabilizar a sua produção em caráter industrial e c) pré-análise do custo do sistema proposto além do estudo da potencialidade de seu retomo comercial, que será aplicado na fase II, na construção de instrumento para estudos de biofilmes e análises de oxigênio dissolvido com o uso de microssensores. O desenvolvimento de tecnologia nacional nesse campo representa, também, a viabilização e redução de custos para análises laboratoriais, além da introdução de ‘ferramentas’ de pesquisa até então inacessíveis no mercado nacional. Portanto, tem-se a certeza de que o apoio da FAPESP é fundamental para este projeto e trará a contrapartida esperada dos investimentos ora propostos. (AU)