Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparacao de nanomateriais multifuncionais.

Processo: 04/09603-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2005 - 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Liane Marcia Rossi
Beneficiário:Liane Marcia Rossi
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nanopartículas magnéticas 

Resumo

Este projeto de pesquisa tem por objetivo a preparação de materiais nanométricos monodispersos multifuncionais fluorescentes, magnéticos e com superfícies quimicamente reativas e facilmente modificáveis. Tais materiais são úteis na fabricação de adsorventes e sensores para monitoramento e recuperação ambiental, bem como para aplicações biomédicas. Nossas pesquisas estarão focalizadas na síntese de nanopartículas magnéticas monodispersas de alta qualidade, no desenvolvimento de metodologias para o revestimento das suas superfícies com sílica para aumentar a dispersão, a estabilidade química, a biocompatibilidade e, sobretudo, a reatividade. A modificação das superfícies de sílica com reagentes organossilanos permitirá a preparação de nanoesferas amino e tiol- modificadas, que serão o ponto de partida para a ligação covalente de ligantes seletivos, corantes, drogas ou biomoléculas às superfícies dos nanomateriais. Tal metodologia resultará na preparação de nanoadsorventes com elevada capacidade de remoção e recuperação de poluentes ambientais de sistemas multifásicos complexos, nanosensores de interesse ambiental e biomédico, e na elaboração de imunoensaios e drogas inteligentes. A separação magnética pode ser aplicada para concentrar amostras para purificação, isolamento ou subseqüente análise, assim como as propriedades fluorescentes podem ser aplicadas para sinalização. Se comparadas com membranas e filmes, as nanopartículas são mais eficientes pois apresentam maior área de contato com as soluções a serem analisadas ou purificadas, o que diminui limitações de transferência de massa. Especial atenção será dada ao desenvolvimento de novas tecnologias para a purificação de efluentes industriais, recuperação de produtos com valor agregado e para análises biomédicas em sistemas multifásicos complexos. (AU)