Busca avançada
Ano de início
Entree

Valor prognostico da avaliacao da atividade simpatica cardiaca pelo migb, no comportamento clinico-funcional da ressincronizacao cardiaca.

Resumo

A Insuficiência Cardíaca (IC) é o estado fisiopatológico no qual o coração é incapaz de bombear sangue em uma taxa compatível com as necessidades metabólicas do organismo, ou só é capaz de fazê-lo mediante altas pressões de enchimento. Em pacientes com IC refratária ao tratamento convencional, BRE e FEVE < 0,35, (está indicada a Ressincronização Cardíaca (RC), que melhora a qualidade de vida, a tolerância ao exercício e reduz as internações e a mortalidade por progressão da IC. Diante da complexidade técnica e dos custos da RC, há necessidade, do ponto de vista clínico, científico e de política de saúde pública, de se definir os critérios de indicação e responsividade dessa terapêutica. O aumento dos índices de vários fatores neuro-humorais tem sido encontrado em pacientes com Insuficiência Cardíaca (IC), sugerindo que a ativação geral da função simpática desempenha um papel chave na síndrome da IC. Imagens cardíacas com 123I-MIBG podem ser usadas para visualizar e quantificar a atividade e a integridade simpática miocárdica. Estudo, prospectivo, envolvendo 30 pacientes com IC refratária ao tratamento convencional otimizado, bloqueio de ramo esquerdo (BRE) e FEVE < 0,35. Todos os pacientes serão submetidos às avaliações: da atividade simpática cardíaca (captação e taxa de washout de MIBG) e clínico-funcional (CF IC e FEVE) nas condições pré e pós-RC. Avaliaremos o valor prognóstico das imagens cardíacas com MIBGT de pacientes com IC (pré e pós-RC) comparando-as com marcadores não invasivos (NEVE reduzida, QRS>130ms e CF IC) e avaliar se essas mudanças podem nos fornecer informações consistentes em relação a resposta à terapia de RC. (AU)