Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção e purificação de Penicilina G Acilase por microrganismos selvagens e recombinantes

Processo: 04/12482-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2005 - 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Raquel de Lima Camargo Giordano
Beneficiário:Raquel de Lima Camargo Giordano
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Clonagem  Purificação  Produção  Xanthomonas campestris 

Resumo

Penicilina G Acilase (PGA) é importante enzima industrial no mundo e usada no Brasil pela empresa Prodotti. Uma vez que a enzima não é produzida no país, a empresa importa a enzima já imobilizada, para produção do ácido 6-aminopenicilânico, intermediário na síntese de oxacilina produzida pela empresa. A enzima será também utilizada na empresa para síntese de ampicilina (projeto PIPE submetido à FAPESP), usando patente de co-autoria da proponente deste projeto. A produção dessa enzima por Bacillus megaterium vem sendo estudada há anos no DEQ-UFSCar. Os resultados obtidos até o momento permitiram aumento da produção desde 56 UI/L e 8,6 UI/g células, no início do estudo, para 220 UI/L e 65 UI/g células. Estudos de concentração e purificação da enzima permitiram se atingir 3000 UI/L. Entretanto, a produção industrial de PGA requer melhorias ainda maiores, o que se pretende atingir utilizando diferentes abordagens: 1) otimização da produção com linhagem selvagem de Bacillus megaterium (extra-celular); 2) clonagem do gene da enzima e sua expressão em E.coli (intracelular), 3) estudo da produção por Xanthomonas campestris; 4) clonagem e expressão do gene PGA de X.campestris e 5) otimização da concentração/purificação da enzima secretada e comparação de diferentes técnicas de concentração/purificação da enzima recombinante intra-celular. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.