Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de genes diferencialmente expressos em adenomas pulmonares induzidos pela uretana em camundongos com deleção de um dos alelos de GJA1 (Cx43)

Processo: 04/14126-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Maria Lucia Zaidan Dagli
Beneficiário:Maria Lucia Zaidan Dagli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Conexina 43  Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos  Expressão gênica  Uretana 

Resumo

As conexinas são proteínas que compõem as junções comunicantes do tipo gap, e a diminuição na sua expressão tem sido relacionada a um aumento da proliferação celular e à carcinogênese. Dentre as isoformas das conexinas presentes nos pulmões, a Cx43 teve sua importância relatada in vivo em camundongos que tiveram um dos alelos de Gjal (Cx43) deletado (Cx43+/-). Camundongos geneticamente modificados têm auxiliado na compreensão de fenômenos biológicos. Em estudo recentemente publicado (Avanzo et al., 2004), parte de da tese de doutoramento de José Luis Avanzo (Proc. FAPESP nº 01/06821-9 e auxílio à pesquisa FAPESP 01/06820-2), constatamos que camundongos Cx43+/- apresentaram maior susceptibilidade para o desenvolvimento de adenomas pulmonares induzidos pela uretana. O presente estudo terá como principal objetivo isolar populações de células provenientes dos adenomas pulmonares papilíferos, induzidos pela uretana, pela técnica de microdissecção a laser (LCM) e estudar a expressão gênica nessas neoplasias pela técnica de DNA microarrays. O objetivo é compreender alguns dos mecanismos que contribuem ao crescimento tumoral na ausência da Cx43. Uma vez selecionados os adenomas pulmonares (e áreas pulmonares livres de adenomas, para controle), estes serão isolados em LCM e o RNA total será extraído e transcrito a cRNA. Este cRNA será hibridizado em bioarrays específicos para se verificar a alteração da expressão gênica nas diversas situações, procurando-se identificar quais são os genes influenciados pela ausência de um dos alelos da Cx43. Esta comparação se estenderá aos animais tratados ou não com uretana, e também aos tecidos normais e tumorais de camundongos machos de ambos genótipos. Alguns dos genes superexpressos ou reprimidos serão escolhidos ao acaso para a sua confirmação pela técnica de PCR em tempo real (Real Time PCR), já disponível no Laboratório de Oncologia Experimental ( VPT - FMVZ - USP). (AU)