Busca avançada
Ano de início
Entree

Remediação eletrocinética de solos contaminados por metais pesados

Processo: 07/58256-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de novembro de 2008 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Silvio Vaz Junior
Beneficiário:Silvio Vaz Junior
Empresa:Hidrolisis Avaliações Analíticas e Novos Processos Ltda
Município: São Carlos
Bolsa(s) vinculada(s):08/11103-7 - Remediação eletrocinética de solos contaminados por metais pesados, BP.TT
08/56830-3 - Remediação eletrocinética de solos contaminados por metais pesados, BP.PIPE
Assunto(s):Química ambiental  Metais  Solos  Poluição do solo 

Resumo

Este projeto apresenta o estudo da viabilidade de aplicação da técnica da remediação eletrocinética na descontaminação de solos impactados pela presença de metais pesados como Pb, Cu, Mn, Hg e Zn, oriundos de atividades industrtais, Ressalta-se que esta técnica eletroquímica de remediação tem apresentado bons resultados em laboratório principalmente para a retirada de Pb e Mn de solos dopados. Tendo-se em vista regiões como a do ABC no estado de São Paulo, cuja intensa produção metalúrgica visando atender a demanda da indústria automotiva entre as décadas de 70 e 80, levou a uma contaminação massiva dos solos, espera-se que os estudos preliminares a serem desenvolvidos na fase I do PIPE apontem para a utilização 'in situ' desta técnica, a princípio, nesta região e com uma eficiência do processo acima de 90 %, aliada a um menor custo em relação à técnicas tradicionais. Uma importante característica a ser avaliada será o reaproveitamento industrial do (s) metal (is) extraído(s) do solo, o que poderá gerar uma sustentabilidade econômica adicional ao projeto. Destaca-se que o projeto é uma parceria entre o coordenador e pesquisadores da Universidad de Vigo, na região da Galícia na Espanha, e que o estudo será desenvolvido obedecendo-se os critérios da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB) e US-Environmental Protection Agency (EPA), tendo-se em conta indicativos de impacto do solo. (AU)