Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de microssensores planares para espécie de interesse bioquímico usando tecnologia tampográfica

Processo: 07/55627-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2008 - 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Medidas Elétricas, Magnéticas e Eletrônicas, Instrumentação
Pesquisador responsável:Julio Cesar Bastos Fernandes
Beneficiário:Julio Cesar Bastos Fernandes
Empresa:Loccircuits Internacional Indústria e Comércio de Instrumentos Analíticos Ltda
Município: Campinas
Assunto(s):Instrumentação eletrônica  Microssensores 

Resumo

Este projeto visa desenvolver na primeira fase do PIPE um protótipo exploratório de array de microssensores eletroquímicos planares testes laboratoriais remotos (point-of-care), ou seja, análises bioquímicas realizadas à beira do leito. Estes microssensores serão fabricados pela técnica gráfica de deposição de filme espessa chamada tampografia. O foco inicial para a aplicação destes sensores químicos será a área de patologia, na determinação de biomoléculas e íons de interesse clínico, mas poderá também ser aplicado na área ambiental e farmacêutica. O sistema de detecção escolhido para o desenvolvimento de LOC proposto será do tipo eletroquímico baseado em microarrays de sensores íon-seletivos (ISE), uma vez que para análise de íons sódio e potássio, esta vem sendo a técnica de maior sucesso para determinação destas espécies em fluidos biológicos, sobrepujando até mesmo técnicas consagradas como a fotometria de chama e absorção atômica. Os microssensores serão elaborados em substratos que possam ser descartáveis e/ou recicláveis, tais como plástico ou papel para que o produto possa atender as exigências do mercado atual com desenvolvimento sustentável. Inicialmente, se caracterizará a resposta microssensores planares por tampografia para a determinação dos íons sódio e potássio, bem como possíveis interferentes, devido a importância da detecção destas espécies em situações de emergência (UTI), onde se deseja uma rápida resposta para diagnóstico e prognóstico de riscos cardíacos. O Hospital das Clínicas da UNICAMP tem estimado cerca de 20.000 análises de íons sódio e potássio por mês, que quase sempre são realizadas fora do leito do paciente, o que resulta em demora para a tomada de decisões em casos graves. Para viabilizar a construção de um dispositivo para testes laboratoriais remotos, se faz necessário ter um processo eficiente de fabricação de transdutores e sensores eletroquímicos. Técnicas aditivas de transferência de padrão para a deposição de filmes espessos parecem ser as mais adequadas para esta finalidade, devido ao seu menor custo quando comparada com tecnologia de microeletrônica. A técnica a ser utilizada para esta finalidade é a tampografia, pois apresenta uma quantidade de definição superior a outras t5écnicas gráficas como serigrafia ou ink-jet (jato de tinta). Assim nesta fase I do PIPE, tem-se por objetivo, desenvolver e caracterizar arrays de microssensores planares íons seletivos fabricados por processo tampográfico, a fim de mostrar viabilidade de produção e funcionamento destes dispositivos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DRAGHI, PATRICIA FERRANTE; BASTOS FERNANDES, JULIO CESAR. Label-free potentiometric biosensor based on solid-contact for determination of total phenols in honey and propolis. Talanta, v. 164, p. 413-417, MAR 1 2017. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.