Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da aplicacao intravenosa do cloridrato de lidocaina sobre a concentracao alveolar minima do sevofluorano.

Resumo

Os efeitos da lidocaína sobre a redução da concentração alveolar mínima (CAM) do halotano estão bem definidos no homem, na espécie eqüina e canina. Porém, não há literatura científica a respeito da infusão contínua de lidocaína sobre a CAM do sevofluorano, na espécie canina. Neste estudo serão avaliados os efeitos da lidocaína, em infusão contínua intravenosa, sobre a anestesia geral inalatória com o sevofluorano. Serão utilizados 10 cães adultos que serão alocados aleatoriamente em tempos diferentes, em dois grupos experimentais participando, portanto, do grupo controle, onde a anestesia será realizada com o sevofluorano (G1) e do grupo onde a infusão contínua de lidocaína será associada ao anestésico geral inalatório (G2). Após a aferição dos parâmetros basais (M0), a indução será realizada com o sevofluorano na concentração inicial de 2,5 CAM, através de máscara facial e a intubação será efetuada. No G1, será administrado salina na dose de 0,1 ml/kg, seguido de infusão contínua da mesma solução na dose de 0,6 ml/kg/h e no G2, será administrado um bôlus de lidocaína na dose de 2 mg/kg, seguido de infusão contínua de 200 microgramas/kg/min. Após 15 minutos será realizado o estímulo elétrico de 50V e 5 Hz aplicado na mucosa gengival, sendo o procedimento repetido até que o animal apresente resposta positiva para a determinação da CAM. Os parâmetros avaliados serão a freqüência cardíaca e respiratória, a pressão arterial, a pressão parcial de dióxido de carbono ao final da expiração, os volumes corrente e minuto, as frações inspiradas de O2, CO2 e de sevofluorano, as frações expiradas de O2 e de sevofluorano, a temperatura retal e a hemogasometria, que serão obtidos antes de cada estímulo doloroso. Pretende-se, ao final do experimento determinar se há ou não um efeito potencializador da lidocaína em infusão contínua intravenosa sobre a anestesia geral inalatória com o sevofluorano na espécie canina. (AU)