Busca avançada
Ano de início
Entree

O estudo dos sambaquis fluviais das bacias do medio juquia, sao lourenco e do itariri.

Processo: 05/50078-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2005 - 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Pesquisador responsável:Levy Figuti
Beneficiário:Levy Figuti
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Isótopos estáveis  Sambaquis  Contemporaneidade 

Resumo

Este projeto de pesquisa tem como foco o estudo integrado dos processos de formação de sítios do tipo sambaqui fluvial, com ênfase na escavação do sambaqui do Moraes (município de Miracatu) e no levantamento e datação de outros sítios similares na região. A presença dos sambaquis fluviais nesta área próxima à costa, e suas idades (entre 7.000 à 4000 anos AP) implicam na proximidade espacial e na contemporaneidade com os construtores de sambaquis da costa central de São Paulo. Tendo em vista este contexto de contato com os ambientes e/ou as culturas sambaquieiras litorâneas, um dos focos primários será a investigação da natureza deste contato. A metodologia empregada privilegiará de um lado a escavação do sambaqui Moraes com vistas a evidenciar as numerosas estruturas funerárias, para recuperar vestígios de seu processo de formação; ainda no campo deveremos efetuar o levantamento de outros sítios similares na região. Em laboratório, além de analisar o material que virá dessas atividades de campo, precisaremos enviar diversas amostras de ossos humanos e faunísticos para laboratórios de análise radioativas com o objetivo de, além de datá-las, efetuar a análise de isótopos estáveis que permitirá um estudo da dieta, procedimento nos indicará traços de alimentação de origem marinha. (AU)