Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e aplicação de eletrodos modificados com poliaminoácidos na análise de compostos farmacêuticos e corantes têxteis

Resumo

Poli-L-lisina, Poli-L-histidina e poli ácido glutâmico são poliaminoácidos sintéticos formados por unidades repetitivas dos aminoácidos: lisina, histidina e glutamato, respectivamente. Estes poliaminoácidos quando utilizados no recobrimento de eletrodo pode conferir à superfície propriedades de troca iônica, complexação e eletrocatálise de compostos inorgânicos e orgânicos. O presente projeto visa construir e caracterizar eletrodos modificados por filmes destes poliaminoácidos, assim como investigar a sua aplicação no desenvolvimento de sensores amperométricos úteis na área de farmácia e meio ambiente. Neste contexto, pretende-se avaliar a interação entre eletrodos modificados por filmes de poliaminoácidos com alguns fármacos selecionados tais como: antituberculostáticos (isoniazida e análogos), antireumáticos (aurotiomalato), antineoplásicos (doxorrubicina e daunorrubicina) e antibióticos (cefadroxila e amoxilina), além de alguns íons metálicos (crômio e ouro) e corantes reativos da indústria têxtil (metaftalocianinas e azo). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, FRANCISCO CLAUDECE; BERGAMO, ERWING PAIVA; ZANONI, MARIA VALNICE BOLDRIN; MORETTO, LIGIA MARIA; UGO, PAOLO. Aplicações de nanoeletrodos como sensores na Química Analítica. Química Nova, v. 29, n. 5, p. 1054-1060, 2006.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.