Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização genotípica de isolados clínicos de Candida parapisilosis e correlação com a capacidade de formação de biofilme e susceptibilidade e antifúngicos

Resumo

C. parapsilosis é a segunda levedura mais freqüentemente isolada como agente etiológico de infecções fúngicas no Brasil. Os isolados clínicos identificados fenotipicamente como C. parapsilosis por métodos convencionais, quando submetidos a métodos moleculares, apresentam três subgrupos geneticamente distintos que já foram caracterizados em perfis de RFLP, RAPD, cariótipo, isoenzimas e seqüências de ITS. Neste estudo utilizaremos os métodos RAPD, RFLP e genotipagem por microssatélites para tipagem molecular de isolados desta espécie na tentativa de correlacionar cada padrão genotípico com a patogenicidade de cada cepa. O primeiro é um método rápido e com alto poder discriminatório, embora tenha problemas na reprodutibilidade. RFLP é um método mais demorado, mas bem reprodutível e considerado "padrão ouro". Genotipagem por microssatélites tem sido aplicada em diferentes espécies de leveduras. Como os métodos acima citados só discriminam cepas iguais ou diferentes, seqüências da região ITS serão analisadas por programas de análise de rede para tentarmos determinar as rotas das infecções, caracterização de surtos e colonizações. A formação de biofilme é um relevante fator de virulência devido à sua intrínseca ligação com resistência a antifúngicos. C. parapsilosis pode aderir a materiais plásticos como cateteres e próteses e formar biofilme, dando origem a infecções graves. A quantidade de produção de biofilme pode estar associada com a patogenicidade de cada cepa. O aumento de resistência a drogas verificado no biofilme de C. parapsilosis justifica a implantação no LEMI de teste de susceptibilidade em biofilme, em que poderemos estudar o comportamento de diversas cepas em relação a alguns antifúngicos de uso corrente, procurando determinar qual seria o mais indicado no tratamento. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MELO, ANALY S.; BIZERRA, FERNANDO C.; FREYMUELLER, EDNA; ARTHINGTON-SKAGGS, BETH A.; COLOMBO, ARNALDO L. Biofilm production and evaluation of antifungal susceptibility amongst clinical Candida spp. isolates, including strains of the Candida parapsilosis complex. Medical Mycology, v. 49, n. 3, p. 253-262, APR 2011. Citações Web of Science: 83.
GONCALVES, S. S.; AMORIM, C. S.; NUCCI, M.; PADOVAN, A. C. B.; BRIONES, M. R. S.; MELO, A. S. A.; COLOMBO, A. L. Prevalence rates and antifungal susceptibility profiles of the Candida parapsilosis species complex: results from a nationwide surveillance of candidaemia in Brazil. Clinical Microbiology and Infection, v. 16, n. 7, p. 885-887, JUL 2010. Citações Web of Science: 46.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.