Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuição ao estudo da contaminação de produtos derivados da cana-de-açúcar por benzo(a)pireno

Processo: 05/50952-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2005 - 30 de setembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Janete Alaburda
Beneficiário:Janete Alaburda
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Contaminação de alimentos  Benzo(a)pireno  Aguardente  Cachaça 

Resumo

Os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) constituem um dos grupos mais comuns de contaminantes ambientais. Muitos HPAs são potencialmente carcinogênicos e mutagênicos. O BaP tem sido considerado um dos mais potentes agentes carcinogênicos em animais, sendo utilizado como indicador da presença de outros HPAs em amostras ambientais, alimentos e bebidas. A cadeia alimentar contribui com aproximadamente 97% do total da exposição humana diária ao BaP. No Brasil, os poucos trabalhos existentes sobre a contaminação de alimentos e bebidas por este composto apontam a ocorrência desta substância em açúcar e aguardentes. Devido ao elevado consumo destes produtos pela população, considerando que o Brasil é o maior produtor mundial de açúcar, e que, 1,3 bilhões de litros de aguardente são produzidos anualmente, torna-se importante o controle deste contaminante nestes produtos. Portanto, o objetivo deste trabalho é desenvolver e validar uma metodologia de análise de BaP e avaliar a contaminação deste em amostras açúcar aguardente disponíveis no comércio. (AU)