Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização geofísica e petrofisica da estrutura de impacto de Araguainha (MT/GO)

Processo: 05/51530-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2005 - 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Yára Regina Marangoni
Beneficiário:Yára Regina Marangoni
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cratera de impacto  Gravimetria  Magnetometria 

Resumo

Há ca. 246 Ma, próximo à transição Permo-Triássico, o impacto de um corpo celeste com a superfície da Terra gerou a maior cratera de impacto complexa conhecida da América do Sul. Denominada Araguainha, essa cratera é hoje uma estrutura de impacto preservada e com excelentes exposições localizadas na fronteira dos estados de Goiás e Mato Grosso. Seu formato é circular, com diâmetro total de > 40 km e núcleo soerguido com diâmetro de aproximadamente 10 km (núcleo central com pelo menos 4km de rochas graníticas, envoltas por outros 4km de rochas sedimentares). A estrutura possui diversas feições típicas de impacto, tais como brechas e bombas de impacto, cones de estilhaçamento, e outros produtos que evidenciam intensa deformação e fusão no centro da estrutura. Apesar do grande número de trabalhos em Araguainha, envolvendo principalmente mapeamento e caracterização mineralógica, o conhecimento de sua estruturação em profundidade é ainda desprovido de detalhes. Neste projeto, pretende-se estudar a estruturação da estrutura de impacto de Araguainha utilizando a interpretação conjunta de dados derivados de métodos potenciais (gravimetria e magnetometria), bem como caracterizar, do ponto de vista petrofísico (densidade, susceptibilidade magnética e magnetização remanescente), os diferentes produtos de impacto. Estes dados permitirão estimar com maior precisão diversos parâmetros de interesse na caracterização dessa estrutura, incluindo as dimensões da cavidade transitória. Além disso, estes dados permitirão comparar a assinatura geofísica e petrofísica de Araguainha com a de outras crateras de impacto complexas na Terra. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
El invernadero de Araguainha 
A estufa de Araguainha 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YOKOYAMA, ELDER; BRANDT, DANIELE; TOHVER, ERIC; TRINDADE, RICARDO I. F.. Palaeomagnetism of the Permo-Triassic Araguainha impact structure (Central Brazil) and implications for Pangean reconstructions. Geophysical Journal International, v. 198, n. 1, p. 154-163, . (05/51530-3)
MACHADO, R.; LANA, C.; STEVENS, G.; FILHO, C. R. S.; REIMOLD, W. U.; MCDONALD, IAIN. Generation, mobilization and crystallization of impact-induced alkali-rich melts in granitic target rocks: Evidence from the Araguainha impact structure, central Brazil. GEOCHIMICA ET COSMOCHIMICA ACTA, v. 73, n. 23, p. 7183-7201, . (05/51530-3)
YOKOYAMA, E.; TRINDADE, R. I. F.; LANA, C.; SOUZA FILHO, C. R.; BARATOUX, D.; MARANGONI, Y. R.; TOHVER, E.. Magnetic fabric of Araguainha complex impact structure (Central Brazil): Implications for deformation mechanisms and central uplift formation. Earth and Planetary Science Letters, v. 331, p. 347-359, . (05/51530-3)
LANA, C.; SOUZA FILHO, C. R.; MARANGONI, Y. R.; YOKOYAMA, E.; TRINDADE, R. I. F.; TOHVER, E.; REIMOLD, W. U.. Structural evolution of the 40 km wide Araguainha impact structure, central Brazil. METEORITICS & PLANETARY SCIENCE, v. 43, n. 4, p. 701-716, . (05/51530-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.