Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de pastilhas contendo xilitol no biofilme dental e na desmineralização do esmalte em modelo de alto desafio cariogênico in situ

Processo: 05/52154-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Guedes Pinto
Beneficiário:Antonio Carlos Guedes Pinto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Desmineralização do dente  Remineralização dentária  Placa bacteriana  Cárie dentária  Xilitol 

Resumo

Açúcares substitutos da sacarose têm sido usados na prevenção da doença cárie. O xilitol não é metabolizado pela maioria dos microrganismos cariogênicos, tem ação bactericida e há relatos de que possa inibir a glicosiltransferase, enzima responsável pelos polímeros de glicose extracelulares. Apesar de ser conhecido o efeito direto do xilitol sobre os microrganismos, poucos são os estudos sobre a alteração na composição do biofilme dental com o seu uso concomitante a um acto desafio cariogênico. Além disso, o seu papel frente a des- e remineralização do esmalte na presença de uma dieta extremamente cariogénica ainda não foi estabelecido. Este projeto se propõe a analisar o efeito de pastilhas contendo 15% de xilitol na composição (microbiológica e bioquímica) do biofilme dental e nos processos de des e remineralização do esmalte quando existe um forte desafio cariogênico representado por altos níveis salivares de S. mutans e alta freqüência de uso de sacarose em um estudo in situ, cruzado e cego com 10 voluntários em 4 fases experimentais de 14 dias. (AU)