Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da capacidade de absorcao intestinal de ferro e zinco (ferremia e zincemia) em pacientes obesos morbidos antes e apos cirurgia bariatrica.

Processo: 05/52995-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2005 - 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Julio Sérgio Marchini
Beneficiário:Julio Sérgio Marchini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Obesidade mórbida  Cirurgia bariátrica  Absorção intestinal  Zinco  Ferro 

Resumo

A obesidade, caracterizada por acúmulo excessivo de gordura corpórea, é uma doença crônica, multifatorial, de prevalência crescente, podendo atualmente ser classificada como uma epidemia. Com ela, além dos transtornos psicossociais, surgem também outras doenças associadas que possibilitam o aparecimento de complicações e aumentam o risco de óbito precoce. O tratamento do paciente obeso é multifatorial, sendo uma das possibilidades, muito usada atualmente, a cirurgia bariátrica. Tal cirurgia, tanto pela diminuição da ingestão alimentar como pela má absorção, pode, com freqüência, levar o paciente a uma desnutrição associada à deficiência de micronutrientes, entre eles o ferro e o zinco, e a importantes desordens metabólicas e fisiopatológicas. Dessa constatação surgiu o interesse em estudar possíveis alterações na capacidade de absorção de ferro e zinco nesses pacientes, uma vez que, embora sejam rotineiramente prescritos a eles suplementos vitamínicos e minerálicos, poucos dados na literatura científica demonstram a eficácia desse procedimento. Para isso, serão realizados testes de absorção de ferro e zinco através da administração via oral desses nutrientes em conjunto em pré-operatório e após 3 meses de pós-operatório. Para comparação dos valores obtidos antes e após a administração dos minerais, serão realizadas dosagens de ferro e zinco no sangue e urina. Assim sendo, os resultados poderão contribuir não só para a avaliação da utilização dos mesmos pela via digestiva, como para a realização de uma reposição adequada para manutenção do estado nutricional desses pacientes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)