Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de sistemas de membranas de polissulfona e de membranas de polissulfonas nanocompósitas de micro e ultrafiltração para tratamento de água para fins potáveis

Processo: 06/51800-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de julho de 2009 - 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Ivanildo Hespanhol
Beneficiário:Ivanildo Hespanhol
Empresa:Ambihidro Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos Ltda. - ME
Município: São Paulo
Bolsa(s) vinculada(s):09/14092-9 - Fabricação de membranas de polissulfona e de membranas de polissulfonas nanocompósitas para micro e ultrafiltração na produção de água potável, BP.TT
08/55267-3 - Produção de sistemas de membranas de polissulfona e de membranas polissulfonas nanocompósitas de micro e ultrafiltração para tratamento de água para fins potáveis, BP.PIPE
Assunto(s):Ultrafiltração  Filtração  Membranas filtrantes  Nanocompósitos 

Resumo

Face à significativa redução, na última década, dos custos de membranas, dos custos de sistemas de membranas e dos custos operacionais associados, particularmente os relativos à energia elétrica, não há dúvidas que esta se constitui na tecnologia emergente, a ser adotada pelas companhias estaduais e municipais de tratamento, para substituir, com vantagens, as diversas operações e processos unitários que compõem os sistemas convencionais de tratamento. Efluentes industriais também poderão se beneficiar de sistemas de membranas, permitindo a produção de água com qualidade elevada para ser reusada em processos industriais, como água de reposição em torres de resfriamento e em caldeiras de alta pressão. Pelo fato de não produzir quaisquer tipos de membranas, o Brasil, assim como os demais países da América do Sul e da América Central, têm arcado com o pagamento de "royalties" e com custos elevados para importar sistemas de membranas utilizados para tratamento de água e de efluentes industriais. Face a essas condições, o presente projeto objetiva desenvolver os fundamentos necessários para a produção de membranas no Brasil através dos esforços entre os Departamentos de Engenharia Metalúrgica e de Materiais-PMT, do Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária - PHD e do Centro Internacional de Referência em Reuso de Água - CIRRA/IRCWR, todos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Serão produzidas membranas de polissulfona e membranas nanocompósitas, também de polissulfona, para micro e ultrafiltração, aproveitando o grande desenvolvimento da ciência emergente da nanotecnologia, que será utilizada para o desenvolvimento destes produtos de alta tecnologia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Teste - Água reciclada 
Água reciclada