Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do desenvolvimento das espécies de Candida spp. em biofilmes pré-formados por espécies de Streptococcus spp. e Staphylococcus aureus e sua inibição pela atividade antifúngica de extratos fitoterápicos

Processo: 05/55981-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2005 - 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Jose Francisco Hofling
Beneficiário:Jose Francisco Hofling
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais dentários  Medicamentos fitoterápicos  Biofilmes  Aderência bacteriana  Staphylococcus aureus  Streptococcus  Candida albicans  Testes de sensibilidade microbiana 

Resumo

A doença infecciosa é conhecida por começar com a fixação de um patógeno a uma determinada parte de um hospedeiro susceptível. A maioria dos fenômenos biológicos envolve mecanismos de aderência, sendo que em muitos ambientes, os microrganismos coexistem predominantemente em forma de biofilme - superfícies aderidas de microrganismos. No caso das infecções por leveduras, estas podem produzir biofilme, uma estrutura tridimensional composta de células rodeadas de matriz de polissacarídeos, tanto na forma leveduriforme como na filamentar. Se tem sugerido que a virulência da C. albicans apresenta diferentes formas de crescimento (polimorfismo), sendo a forma filamentar (hifa verdadeira) a forma mais virulenta. Tem-se demonstrado que espécies de Candida podem também ser encontradas no biofilme oral, co-agregadas ou aderidas a espécies bacterianas ali presentes, preferencialmente à espécies de estreptococos, como também há adesão destas leveduras às células do epitélio e aos aparatos protéticos (neste caso e muito comum que pacientes portadores de próteses sejam alvos para as infecções fúngicas). Nas ultimas décadas, tem se observado um crescente interesse nas medicinas alternativas e nas terapias naturais, embora a utilização de substâncias naturais no tratamento de diversas patologias seja antiga, a revisão de literatura recente demonstra um aumento significativo de pesquisas nessa área. O objetivo desta pesquisa é primeiramente, avaliar a interação das espécies de Candida albicans, C. tropicalis e C. glabrata em biofilmes pré-formados por espécies de Streptococcus oralis, S. sanguis, S. mitis, S. mutans e Staphylococcus aureus em diferentes materiais protéticos, e secundariamente testar a ação de alguns fitoterápicos como a Mentha piperita, Stevia rebaudiana e Matricaria chamomilla através da concentração mínima inibitória (CIM) na inibição da co-agregação das espécies de Candida spp. a estes microrganismos. (AU)