Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito antimicrobiano promovido por antibióticos e fitoterápicos sobre a microbiota de dentes decíduos necrosados

Processo: 05/57441-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2006 - 31 de maio de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Sérgio Luiz Pinheiro
Beneficiário:Sérgio Luiz Pinheiro
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Centro Universitário Hermínio Ometto (UNIARARAS). Fundação Hermínio Ometto (FHO). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Odontopediatria  Anti-infecciosos  Medicamentos fitoterápicos  Antibióticos  Polpa dentária  Dente decíduo 

Resumo

O propósito desta pesquisa será avaliar o efeito antimicrobiano do óleo de copaíba, própolis, romã e antibióticos sobre a microbiota de dentes decíduos necrosados. Para tanto, duas etapas serão realizadas: "in vitro" e "in vivo". Estudo "in vitro": serão selecionadas 10 crianças na faixa etária entre 4 a 8 anos de idade com dentição decídua ou mista. Serão avaliados quatro agentes antimicrobianos e suas associações. Amostras retiradas de condutos radiculares necrosados de dentes decíduos serão semeadas em placas de ágar Muller - Hinton, e os agentes antimicrobianos serão inseridos em poços previamente confeccionados. Após o período de incubação, os halos de inibição serão mensurados e o agente que apresentar maior capacidade inibitória será selecionado para o estudo "in vivo". Estudo "in vivo": serão selecionadas 10 crianças na faixa etária entre 4 a 8 anos de idade com dentição decídua ou mista. Estas deverão apresentar pelo menos dois dentes decíduos com comprometimento pulpar característico de necrose pulpar. Será removido o conteúdo necrótico da câmara pulpar, lavagem com hipoclorito de sódio a 0,5%, secagem com bolinhas de algodão estéreis e aplicação da Pasta Guedes-Pinto (Grupo Controle) e do agente que apresentou maior capacidade antimicrobiana (Grupo Experimental) sobre os cotos radiculares. Em ambos os casos serão acomodados uma delgada camada de guta-percha sobre a câmara pulpar para separação do agente antimicrobiano do cimento de ionômero de vidro modificado por resina -Vitremer (3M ESPE, Saint Paul, EUA), que será o material restaurador de escolha. Será realizada a contagem das unidades formadoras de colônia (ufc) por meio da diluição decimal, antes e depois da colocação do agente antimicrobiano. A observação clínico-radiográfica será realizada para acompanhamento evolutivo da lesão periapical, comparando-se as radiografias de controle com a radiografia inicialmente realizada. As radiografias serão realizadas da seguinte forma: radiografia inicial (antes do tratamento), 3 meses, 6 meses e 1 ano após o tratamento pulpar. Os resultados serão comparados e analisados, a fim de demonstrar ou não cientificamente a utilização de agentes antimicrobianos para o tratamento endodôntico de dentes decíduos. (AU)