Busca avançada
Ano de início
Entree

Candidíase hematogênica: uma abordagem multidisciplinar para o aprimoramento de ferramentas diagnósticas e caracterização de biomarcadores relacionados ao seu prognóstico

Processo: 07/08575-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de junho de 2008 - 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Arnaldo Lopes Colombo
Beneficiário:Arnaldo Lopes Colombo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Marcelo Ribeiro da Silva Briones
Pesq. associados:Analy Salles de Azevedo Melo ; Guilherme Maranhão Chaves
Bolsa(s) vinculada(s):10/17179-5 - Estudo de proteômica como estratégia para identificação de biomarcadores para diagnóstico precoce de candidemia, BP.PD
10/02752-1 - Identificação de espécies do complexo Candida "para-meta-ortho-psilosis" por PCR-tempo real, BP.MS
09/10155-6 - Desenvolvimento e validação clínica de métodos moleculares para diagnóstico precoce de candidíase e aspergilose invasivas, BP.PD
09/01230-4 - Aplicação clínica da sistemática molecular de Candida spp. na perspectiva da genômica comparativa por genealogias em rede e análise bayesiana, BP.PD
05/04442-1 - Caracterizações genotípicas e fenotípicas de diferentes isolados clínicos de Candida albicans quanto aos fatores de virulência, BP.PD
Assunto(s):Virulência  Candida albicans  Polimorfismo genético  Técnicas de genotipagem 

Resumo

Infecções hematogênicas por Candida spp. representam problema de impacto na saúde pública, seja pela alta incidência com que acometem pacientes hospitalizados, ou mesmo por sua alta letalidade (entre 40 e 50%). Tendo em vista contribuir para a alteração deste cenário, os objetivos deste projeto são: (1) aprimorar o diagnóstico de candidíase hematogência através da análise em larga escala de seqüências do rDNA-ITS como método de identificação rápida e acurada de espécies emergentes de Candida spp, (2) desenvolver métodos de tipagem molecular utilizando as regiões hipervariáveis do DNA mitocondrial para espécies de Candida, facilitando a identificação de surtos e a investigação da história natural de infecções por patógenos emergentes, (3) contribuir para o melhor entendimento do binômio representado por virulência do agente patogênico versus capacidade de resposta do hospedeiro durante a infecção hematogência por Candida albicans caracterizando os fatores de virulência deste patógeno importantes para a mudança do estado de colonização para infecção invasiva e (4) caracterizar as mutações nos alelos de receptores "Toll like" (TLRs) e outros PRRs (pattern recognition receptors), que reconhecem glucanas fúngicas, em pacientes com diferentes desfechos clínicos após infecção e tratamento adequado. Para o objetivo (1) iremos seqüenciar os espaçadores intergênicos (IGS) e internos transcritos (ITS) dos genes ribossômicos de leveduras patogênicas como: Candida albicans, C. dubliniensis, C. glabrata, C. parapsilosis, C. orthopsilosis, C. metapsilosis, entre outras. Estas seqüências serão comparadas com seqüências depositadas em bancos de dados genômicos para identificação correta e precoce em nível de espécie de organismos que apresentam problemas na identificação por métodos fenotípicos. Este objetivo permitirá reduzir o tempo necessário para identificação de espécies de leveduras, melhorar a acurácia na caracterização de patógenos emergentes, contribuindo ainda para ampliar o número de seqüências de leveduras depositadas em bancos genômicos. Vale realçar que a identificação por métodos moleculares é obrigatória para resolver inconsistências de métodos convencionais na identificação de leveduras emergentes. Para o objetivo (2), propomos um estudo de genômica comparativa do DNA mitocondrial de "espécies-problema" para tipagem por métodos moleculares de uso corrente. Inicialmente, serão estudados isolados clínicos das seguintes espécies: C. albicans, C. parapsilosis (grupo I) e C. tropicalis. As cepas selecionadas para estes ensaios estão disponíveis no Banco de Microorganismos do LEMI, composto por mais de 1.000 cepas de Candida spp de origem em 15 centros médicos distribuídos pelo Brasil. No objetivo (3), propomos caracterizar os fatores de virulência mais relevantes para o estabelecimento de infecções invasivas por C. albicans, utilizando amostras de leveduras sequencialmente obtidas de pacientes já avaliados em estudos anteriores e que apresentaram diferentes desfechos clínicos. As leveduras isoladas nestes diferentes cenários clínicos serão caracterizadas (fenótipo e genótipo) em função de aderência, morfogênese, secreção de aspartil proteinases (Saps), secreção de fosfolipases e interação com neutrófilos polimorfonucleares. Para o objetivo (4) propomos ainda estudar o efeito da diversidade genética das populações dos hospedeiros humanos, em relação a sua capacidade de reconhecimento eficiente do patógeno. No que se refere ao hospedeiro, iremos selecionar coortes de pacientes com candidemia e realizar coleta prospectiva de amostras de sangue para caracterizar os alelos de receptores de glucanas fúngicas, das famílias das Dectinas e Toll, caracterizando o polimorfimo e variantes de "splicing" nos genes que codificam estes receptores em macrófagos e neutrófilos. O material biológico será coletado com o auxílio dos clínicos que dão suporte ao nosso serviço de controle de infecção de corrente sanguínea no Hospital São Paulo-UNIFESP. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.