Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuicao ao estudo da dermatofitose experimental murina. o papel do diabetes e o comprometimento timico na evolucao da infeccao.

Processo: 05/58362-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2006 - 30 de abril de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria Sueli Parreira de Arruda
Beneficiário:Maria Sueli Parreira de Arruda
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Timócitos  Aloxano  Diabetes mellitus 

Resumo

Tem sido sugerido que a alta taxa de glicose aliada à diminuição da circulação sanguínea nas extremidades, características dos pacientes diabéticos, poderia tomá-los mais suscetíveis às infecções por dermatófitos. No presente estudo investigaremos essa premissa, empregando camundongos submetidos à aloxana. Como animais assim manipulados podem exibir alterações tímicas e que estas, em associação com o diabetes, podem atuar como facilitadores das dermatofitoses, investigaremos o comportamento desse órgão durante a infecção. Assim, 35 camundongos suíços diabéticos-induzidos e 35 controles inoculados com 107 T. mentagrophytes via coxim plantar serão avaliados histológica, microbiológica e imunologicamente às 6 e 48 h e aos 7, 15 e 30 dias após a inoculação, períodos em que o timo será avaliado quanto a arquitetura, celularidade e viabilidade dos timócitos população linfocitária índice de apoptose e a presença de fungos viáveis Os animais serão ainda avaliados quando ao desenvolvimento da resposta imune celular e humoral e níveis séricos de corticosteróides. (AU)