Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de sensores biológicos baseados em células de resposta imune no estudo da atividade anti-alergica de substâncias naturais

Processo: 05/60018-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2006 - 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Rose Mary Zumstein Georgetto Naal
Beneficiário:Rose Mary Zumstein Georgetto Naal
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Técnicas biossensoriais  Mastócitos  Fluorescência 

Resumo

Os mastócitos são células do sistema imune que desempenham um papel central em doenças alérgicas. Estas células são apropriadas para o emprego em biossensores porque são robustas, estáveis e mantêm suas atividades vitais por um longo período de tempo.Quando são estimuladas por um antígeno, sofrem exocitose e liberam mediadores químicos incluindo a enzima beta-hexosaminidase. O ensaio direto para quantificar esta enzima pode ser empregado como um biossensor para monitorar a potencialidade de novas moléculas em bloquear a exocitose, que é o processo responsável por sérias doenças alérgicas que submetem as pessoas a uma baixa qualidade de vida. As estratégias usadas para tratar essas doenças têm sido ineficientes e impraticáveis o que enfatiza a necessidade da descoberta de novos fármacos e neste contexto os produtos naturais desempenham um papel fundamental. Assim, o objetivo deste projeto é usar a sensibilidade dos mastócitos como um sistema biossensor para investigar a atividade anti-alérgica de substâncias naturais derivadas de algumas classes de plantas. (AU)