Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso do etanol e da ACC sintase para indução da maturação da cana-de-açúcar

Processo: 05/60513-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2006 - 31 de agosto de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Marcelo Menossi Teixeira
Beneficiário:Marcelo Menossi Teixeira
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cana-de-açúcar  Sacarose  Etanol  Etilenos  Maturação vegetal 

Resumo

A cultura da cana-de-açúcar (Saccharum sp) está entre as mais importantes do Brasil, sendo um setor de grande importância econômica no país devido ao crescente consumo de álcool e açúcar. Uma prática comum antes da colheita da cana é a aplicação de precursores do hormônio etileno para acelerar o amadurecimento final das plantas, e conseqüentemente aumentar o teor de sacarose. O objetivo principal deste projeto é desenvolver uma estratégia para promover o amadurecimento controlado da cana-de-açúcar no final da safra, usando o etanol em substituição aos precursores de etileno. Para tal, será avaliado o uso de um promotor ativo somente na presença de etanol (sistema de expressão alc de Aspergillus nidulans) controlando a expressão do gene que codifica a ACC sintase, enzima chave na biossíntese de etileno. Desta forma, pretende-se ativar a biossíntese de etileno através da pulverização com etanol. (AU)