Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da terapia fotodinamica antimicrobiana no tratamento da doenca periodontal e perimplantar. estudo em caes.

Processo: 05/60774-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2006 - 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Arthur Belem Novaes Junior
Beneficiário:Arthur Belem Novaes Junior
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças periodontais  Próteses e implantes 

Resumo

Alternativas para o tratamento da doença periodontal e periimplantar necessitam ser testadas. Uma opção viável parece ser o uso da terapia fotodinâmica antimicrobiana que pode ser definida como a erradicação de células alvo através da utilização de um fotosensitizador e uma fonte de luz com comprimento de onda apropriado. Esta pesquisa será dividida em duas Partes: Parte I - tratamento da doença periodontal. Na primeira fase serão utilizados 8 cães onde primeiramente será induzida doença periodontal através de ligaduras nos dentes P2, P3 e P4 bilateralmente por 8 semanas, posteriormente será realizado o tratamento o qual será aleatorizado para cada dente. Os tratamentos serão os seguintes: 1. terapia fotodinâmica antimicrobiana, 2: raspagem e alisamento radicular com curetas, 3. terapia fotodinâmica antimicrobiana associada a raspagem e alisamento radicular. Serão avaliados os tempos de zero hora, uma semana, três semanas e quatro semanas com 2 cães para cada tempo experimental, onde será coletado amostra de placa bacteriana de cada sitio e será realizada biópsia de tecido mole da bolsa periodontal para análise microbiológica, histológica e genética, além da análise clínica da redução do quadro inflamatório. Após a completa e total recuperação dos animais será iniciada a Parte II, onde os P1, P2, P3 e P4 serão extraídos bilateralmente, após um período cicatricial de 12 semanas serão instalados 6 implantes por cão, após 12 semanas será induzida doença periimplantar através de ligaduras por 8 semanas, posteriormente será realizado o tratamento o qual será aleatorizado para cada implante. Os tratamentos serão os seguintes: 1. terapia fotodinâmica antimicrobiana, 2. descontaminação da superfície do implante com cloridrato de tetraciclina, 3. descontaminação com cloridrato de tetraciclina associado a terapia fotodinâmica antimicrobiana. Serão avaliados os tempos de zero hora, uma semana, três semanas e quatro semanas com 2 cães para cada tempo experimental, onde será coletado amostra de placa bacteriana de cada sitio e será realizada biópsia de tecido da bolsa periimplantar para análise microbiológica, histológica e genética, além da análise clínica da redução do processo inflamatório. A redução dos parâmetros clínicos, microbiológicos, histológicos e genéticos permitirá a validação da(s) terapia(s). (AU)