Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da ação de extratos de plantas potencialmente medicinais sobre o estresse oxidativo em células sadias e linhagens tumorais

Resumo

O estresse oxidativo é considerado como uma situação de desequilíbrio entre os sistemas geradores de espécies radicalares e defesas endógenas que previnem a ação deletéria dos mesmos. As espécies reativas de oxigênio são capazes de oxidar as biomoléculas de DNA, lipídios e proteínas de membrana. A nível celular, as mitocôndrias são importantes fontes de espécies reativas de oxigênio gerados a partir do oxigênio molecular. Com vista nestes parâmetros, uma série de compostos cuja ação antioxidante já está estabelecida, tem sido reavaliados, já que antioxidantes podem, em determinadas condições, agir também como pró-oxidantes. Dessa forma, os vegetais, apresentam em sua constituição um grande número de compostos químicos fisiologicamente ativos, originários, principalmente de seu metabolismo secundário. Dentre estes, destacam-se compostos fenólicos que tem atividade antioxidante comprovada e que podem, sem sombra de dúvida, vir a se constituir em futuros fitofármacos. Dentro desse contexto, o objetivo dessa pesquisa é estudar a capacidade antioxidante de extratos, frações e princípios ativos isolados de plantas que apresentam potencial antioxidante e imunomodulador, determinando a sua citotoxicidade e o seu mecanismo de ação sobre as células. Neste sentido, o uso de suspensões hemácias através da determinação da hemólise e oxidação da hemoglobina nos permitirá avaliar "in vitro" a ação de extratos no estresse oxidativo. A ação dos extratos brutos e posteriormente suas frações, serão avaliados em linhagens celulares sadias e tumorais com o objetivo de comparar o efeito dos mesmos sobre a viabilidade celular e a citotoxicidade. De maneira bem interessante, tal ação já está descrita para um grupo de substâncias conhecidas como acetogeninas, presentes em espécies vegetais do genero Annona. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: