Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos morfoquantitativos da atividade fisica na inervacao extrinseca do coracao de ratos diabeticos.

Processo: 05/60825-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2006 - 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Romeu Rodrigues de Souza
Beneficiário:Romeu Rodrigues de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ratos 

Resumo

O sistema nervoso autônomo do rato, como de outros mamíferos, consiste em um extenso arranjo de nervos e gânglios conectados ao sistema nervoso central (representado pelo cérebro e medula espinhal por um lado) e às vísceras pelo outro lado, e está organizado em grupos de gânglios que são classificados topograficamente em paravertebrais, pré-vertebrais, paraviscerais e intramurais.O plexo abdominal inclui o gânglio celíaco e o gânglio mesentérico cranial localizados próximos à aorta abdominal (Gabella, 2004). Várias doenças podem afetar o sistema nervoso autônomo e seus gânglios. Uma das mais importantes é o Diabetes mellitus que provoca a Neuropatia diabética. A atividade física tem sido reconhecida por ter um efeito benéfico no controle de glicose sanguínea em diabéticos insulina-dependente com hiperglicemia moderada rápida (Seals et al., 1984 ). Nós observaremos os efeitos da atividade física no aspecto morfológico: qualitativo e quantitativo dos neurônios do gânglio celíaco de ratos diabéticos submetidos à exercício físico e sedentários utilizando um delineamento esteriológico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)