Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa da diversidade genética por multilocus sequencing typing (MLST) e avaliação da atividade antitumoral de linhagens de Chromobacterium isoladas nos estados do Amazonas e Minas Gerais (Brasil)

Resumo

Os microrganismos representam um importante papel na área de biotecnologia como uma grande fonte de diversidade molecular (metabólicos secundários) e conseqüentemente grande valor econômico. A Chromobacterium violaceum é uma R-Proteobactéria pertencente à família Neisseriaceae, abundante em águas escuras, como as do Rio Negro (Amazonas, Brasil), e em amostras de solo das regiões tropicais e subtropicais de diversos continentes. A coloração violeta das colônias é devido a produção do pigmento violaceina, que apresenta atividades biológicas contra os patógenos da tuberculose, leishmaniose e Mal de Chagas, além da possível atividade anti-tumoral e antifúngica. Devido o potencial farmacêutico e biotecnológico sobre os produtos do metabolismo de C. violaceum, foi realizado em 2001 o seqüenciamento completo de seu genoma pela Rede Nacional do Projeto Genoma Brasileiro, no intuito de explorar a sua complexidade molecular. Foram identificados vários genes com potencial biotecnológico e farmacêutico para diferentes aplicações como: síntese de compostos de relevância médica, detoxificação ambiental, recuperação do ouro, aplicações biotecnológicas como: biocontrole de insetos, fungos e nematódeos; síntese de plástico biodegradável e biosíntese de celulose. Pouco se conhece sobre a diversidade genética desta bactéria, sendo necessário estudos com diferentes isolados para explorar, ainda mais, o potencial biotecnológico desta espécie. A metodologia de MLST pode ser uma ferramenta importante no estudo de diversidade e biogeografia dos isolados brasileiros de Chromobacterium, devido ao relato de alta diversidade genética entre os isolados de C. violaceum da região do Amazonas sugerindo novas espécies para o gênero. O objetivo desse trabalho é a caracterização da diversidade genética sob a estratégia de Multi Locus Sequencing Typing (MLST) e avaliação da produção de compostos com propriedades antitumorais de linhagens de Chromobacterium isoladas de Minas Gerais e do Amazonas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AFONSO MENEZES, CLAUDIA BEATRIZ; TONIN, MARIANA FERREIRA; ALVES CORREA, DANIELE BUSSIOLI; PARMA, MARCIA; DE MELO, ITAMAR SOARES; ZUCCHI, TIAGO DOMINGUES; LANZA DESTEFANO, SUZETE APARECIDA; FANTINATTI-GARBOGGINI, FABIANA. Chromobacterium amazonense sp nov isolated from water samples from the Rio Negro, Amazon, Brazil. ANTONIE VAN LEEUWENHOEK INTERNATIONAL JOURNAL OF GENERAL AND MOLECULAR MICROBIOLOGY, v. 107, n. 4, p. 1057-1063, APR 2015. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.