Busca avançada
Ano de início
Entree

Esquiva ao dano como fator de vulnerabilidade para a comorbidade de transtorno depressivo e transtorno de ansiedade

Processo: 06/00505-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2006 - 31 de maio de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Laura Helena Silveira Guerra de Andrade Burdmann
Beneficiário:Laura Helena Silveira Guerra de Andrade Burdmann
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Personalidade  Epidemiologia  Comorbidade  Transtorno depressivo  Transtornos de ansiedade 

Resumo

A comorbidade de Transtorno Depressivo e Transtornos de Ansiedade é uma condição mais grave do que cada transtorno sozinho e afeta um grande número de pessoas. Avaliações que permitam um maior conhecimento de fatores que predispõe a essa condição podem mudar o modo como ela é caracterizada e tratada. Quatrocentos indivíduos, com idades de 18 a 59 anos, selecionados da amostra de aproximadamente 5000 sujeitos do Projeto Temático "Estudo epidemiológico dos transtornos psiquiátricos na região metropolitana de São Paulo: prevalência, fatores de risco e sobrecarga social e econômica" (FAPESP n° 03/00204-3), residentes na região metropolitana de São Paulo, divididos em 5 grupos - indivíduos com comorbidade Tr. Depressivo e Tr. de Ansiedade, indivíduos com Tr. Depressivo, indivíduos com Tr. de Ansiedade, indivíduos com sintomas depressivos ou ansiosos sub-sindrômicos e indivíduos sem patologia psiquiátrica e sem sintomas sub-sindrômicos - serão avaliados com os instrumentos "Structured Clinical Interview for DSM-IV", "Temperament and Character Inventory", "Montgomery and Asberg Depression Rating Scale" e "Hamilton Anxiety Rating Scale". Análise de variância e métodos de regressão linear e logística serão utilizados para testar a hipótese de que a dimensão de personalidade Esquiva ao Dano e seus sub-fatores são fatores de vulnerabilidade para a comorbidade de Transtorno Depressivo e Transtornos de Ansiedade. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.