Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da viabilidade do uso de solventes alcoolicos para a extracao de colesterol de banha suina: determinacao de coeficientes de particao e propriedades fisicas.

Processo: 06/00646-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2006 - 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Cintia Bernardo Gonçalves
Beneficiário:Cintia Bernardo Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/02425-0 - Estudo da viabilidade do uso de solventes alcoólicos para a extração de colesterol de banha suína: determinação de coeficientes de partição e propriedades físicas, BP.TT
Assunto(s):Colesterol  Propriedades físicas  Equilíbrio líquido-líquido  Equilíbrio de fases 

Resumo

A presença de elevados teores de colesterol na gordura suína (que pode variar entre 0,37 e 0,42%) tem sido uma barreira à boa aceitação do uso do produto na formação de blends para a formulação de alimentos industrializados. Este fato torna interessante o estudo de um processo que permita a redução do teor de colesterol dessa gordura. Desta forma, este projeto de Auxílio à Pesquisa tem como um dos objetivos avaliar a viabilidade do uso de solventes alcoólicos para a redução do teor de colesterol da gordura suína, através de um processo conhecido como extração líquido-líquido (ELL). O estudo será conduzido pela determinação de dados de equilíbrio líquido-líquido para o sistema gordura suína (composta principalmente por triacilgliceróis, além de ácidos graxos livres e colesterol, em menor proporção) e solventes alcoólicos de diferentes tamanhos de cadeia carbônica (etanol, propanol, butanol, álcool n-amílico e hexanol), nos quais serão especialmente avaliados os coeficientes de partição do colesterol. Por fim, os dados de equilíbrio obtidos serão correlacionados através de modelos termodinâmicos adequados ao sistema estudado, como o NRTL e o UNIQUAC. Em uma segunda etapa, pretende-se determinar dados de propriedades físicas dos mesmos sistemas graxos envolvidos no estudo do equilíbrio de fases, tais como as viscosidades e as densidades, que por sua vez serão submetidas a testes de predição através de modelos existentes na literatura. Os parâmetros de interação obtidos através da modelagem do equilíbrio de fases, assim como os dados das propriedades físicas, contribuirão para uma melhor avaliação do desempenho do processo estudado, seu aperfeiçoamento e correta simulação. (AU)