Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da suplementacao de creatina sobre os niveis de homocisteina e peroxidacao lipidica em ratos.

Resumo

Considerando os possíveis efeitos da creatina sobre o metabolismo da homocisteína o presente projeto de pesquisa tem por objetivo principal investigar os efeitos da suplementação de creatina sobre a concentração de homocisteína de ratos saudáveis.O estudo será realizado com 40 ratos da linhagem Wistar que serão obtidos do Biotério Central da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – Universidade de São Paulo. Os animais serão mantidos em gaiolas individuais, em ciclo claro/escuro de 12/12 horas com temperatura média de 22 ºC e serão divididos randomicamente em 4 grupos: grupo controle (n = 10), grupo dieta com creatina (n = 10), grupo sobrecarga de creatina (n = 10) e grupo sobrecarga mais dieta com creatina (n = 10). O acesso água e ao alimento será livre.A suplementação com creatina será realizada através da adição na dieta de 2% de creatina monohidratada para o grupo dieta com creatina (Cr) durante 4 semanas (Stead et al., 2001). Os animais do grupo sobrecarga de creatina (SCr) serão tratados com uma dieta controle (sem adição de creatina) durante as quatro semanas. Ao final da terceira semana, serão administrados 5mg/kg de creatina monohidratada pelo método de gavagem por 5 dias. No grupo sobrecarga mais dieta de creatina (S+DCr) serão administrados por gavagem 5mg/kg de creatina monohidratada durante os 5 primeiros dias, com posterior manutenção de dieta (2% creatina) até o fim dos das 4 semanas (adaptado de Hultman et al., 1996). Durante a primeira semana de sobrecarga, os animais receberão dieta controle. Os animais receberão alimento a cada dois dias. A ingestão alimentar dos animais e o peso serão monitorados a cada dois dias durante todo o período.Ao final das 4 semanas, antes do sacrifício, amostra de urina de 24 h será realizada através de gaiolas metabólicas. Os animais serão sacrificados por decapitação. O fígado e o músculo sóleo serão removidos, pesados, imediatamente congelados em nitrogênio líquido (-196 ºC) e armazenados a -70 ºC para posteriores análises. (AU)