Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da intervenção neuropsicológica em pacientes com Doença de Alzheimer

Resumo

Este trabalho tem como objetivo investigar os efeitos de um Programa de Reabilitação Neuropsicológica (PRN), associado ao tratamento farmacológico em pacientes com provável doença de Alzheimer em fase inicial e comparar o impacto da Reabilitação Neuropsicológica com o de aconselhamento e orientação familiar. Participarão deste estudo 30 sujeitos de ambos os sexos, com idade entre 60 a 80 anos, e com mínimo 4 anos de escolaridade. Todos deverão preencher os critérios diagnósticos de provável DA em fase inicial, de acordo com o NINCDS/ADRDA e estar medicados com um anticolinesterásico na dosagem máxima e é necessário a presença de um familiar ou cuidador que autorize e acompanhe o tratamento. Inicialmente os sujeitos serão submetidos a um protocolo de Avaliação Neuropsicológica (AN) que avaliará três domínios específicos: funções cognitivas, déficits funcionais, alterações comportamentais e do humor. Seguidamente a amostra será randomicamente dividida em três grupos. O Grupo Experimental 1 participará do PRN que incluirá atendimento direto ao paciente e familiar. No Grupo Experimental 2, só os familiares e cuidadores receberão orientação e aconselhamento familiar sobre a doença. No Grupo Controle, os pacientes realizarão uma atividade passiva (assistir sessões de vídeo). Após 8 meses do PRN os sujeitos dos três grupos serão reavaliados e a AN será igual a linha base de entrada, com a finalidade de verificar e analisar as mudanças (cognitivas, comportamentais e funcionais) que ocorreram após este período. Através deste trabalho esperamos esclarecer e verificar as possíveis contribuições que esta abordagem possa ter no tratamento de pacientes demenciados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)