Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização populacional de Culicidae de interesse médico: aspectos moleculares, cariotípicos e morfométricos

Processo: 06/02622-5
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2006 - 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Lincoln Suesdek Rocha
Beneficiário:Lincoln Suesdek Rocha
Instituição Sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Insetos  Culicidae  Evolução  DNA ribossômico  Controle de mosquitos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cromossomo | Culicidae | Dna | Evolucao | Ribossomico | Culicidologia

Resumo

Mosquitos da família Culicidae (Diptera) estão entre os insetos de maior interesse à saúde pública, já que dezenas de espécies são transmissoras de agentes etiológicos de infecções como malária, dengue, filariose e febre amarela, as quais em conjunto respondem anualmente por milhões de óbitos humanos no mundo. Devido a essa relevância médica, os culicídeos têm sido alvo de diversas tentativas de eliminação ou controle populacional. Métodos de controle frequentemente enfrentam como fator limitante a microevolução dos mosquitos, processo através do qual esses insetos desenvolvem resistência a inseticidas e tolerância a ambientes urbanos poluídos. Dessa forma, estudar-se a microevolução dos culicídeos é uma questão central em entomologia médica. Estudos microevolutivos iniciam-se com a caracterização de populações, as quais são descritas quanto a parâmetros biológicos e comparadas ao longo de transectos geográficos ou temporais. Os culicídeos Culex quinquefasciatus e Ochlerotatus scapularis, vetores de filarioses e arboviroses, são promissores objetos de estudos microevolutivos, devido à sua importância médica e a algumas outras particularidades biológicas: no Estado de São Paulo, Cx. quinquefasciatus é adaptada a viver em ambientes com ou sem presença de inseticida e poluição; a espécie Och. scapularis pode ocorrer em locais de distintos graus de urbanização e poluição, e é suspeita de constituir complexo de espécies crípticas. O objetivo deste projeto é efetuar, para cada uma dessas duas espécies, comparações entre populações provenientes dessas distintas condições ambientais, visando identificar possíveis variações biológicas de significância evolutiva. Tais avaliações serão também comparadas entre amostragens no inverno e no verão. Pretende-se também testar a hipótese de Och. scapularis ser um complexo de espécies. Os parâmetros biológicos de comparação serão: caracteres cromossômicos, aspectos do DNA ribossômico, morfometria geométrica alar e micrografia de ovos. Espera-se obter informações sobre aspectos populacionais dessas espécies, as quais poderão auxiliar o aprimoramento de métodos de controle desses vetores. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (11)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIRGINIO, FLAVIA; DOMINGUES, VICTOR; GOMES DA SILVA, LETICIA CECILIA; ANDRADE, LUCAS; BRAGHETTO, KELLY ROSA; SUESDEK, LINCOLN. WingBank: A Wing Image Database of Mosquitoes. FRONTIERS IN ECOLOGY AND EVOLUTION, v. 9, . (11/18962-8, 06/05164-8, 10/15039-1, 06/02622-5, 10/14479-8, 13/05521-9, 07/01665-5)
SUESDEK, LINCOLN. Microevolution of medically important mosquitoes - A review. Acta Tropica, v. 191, p. 162-171, . (14/27172-9, 06/02622-5, 16/50008-6)
CARVALHO, LEONARDO S.; CANDIANI, DAVID F.; BONALDO, ALEXANDRE B.; SUESDEK, LINCOLN; SILVA, PAULO ROBERTO R.. A new species of the sun-spider genus Mummucia (Arachnida: Solifugae: Mummucidae) from Piaui northeastern Brazil. Zootaxa, n. 2690, p. 19-31, . (06/02622-5)
VIDAL, PALOMA OLIVEIRA; SUESDEK, LINCOLN. Comparison of wing geometry data and genetic data for assessing the population structure of Aedes aegypti. INFECTION GENETICS AND EVOLUTION, v. 12, n. 3, p. 591-596, . (10/15039-1, 06/02622-5)
VIDAL, PALOMA OLIVEIRA; PERUZIN, MARIA CRISTINA; SUESDEK, LINCOLN. Wing diagnostic characters for Culex quinquefasciatus and Culex nigripalpus (Diptera, Culicidae). Revista Brasileira de Entomologia, v. 55, n. 1, p. 134-137, . (06/05164-8, 06/02622-5)
VIRGINIO, FLAVIA; VIDAL, PALOMA OLIVEIRA; SUESDEK, LINCOLN. Wing sexual dimorphism of pathogen-vector culicids. PARASITES & VECTORS, v. 8, . (10/15039-1, 06/02622-5)
PETERSEN, VIVIAN; DEVICARI, MARIANA; SUESDEK, LINCOLN. High morphological and genetic variabilities of Ochlerotatus scapularis, a potential vector of filarias and arboviruses. PARASITES & VECTORS, v. 8, . (10/14479-8, 06/02622-5)
DE MORAIS, SIRLEI ANTUNES; MORATORE, CAMILA; SUESDEK, LINCOLN; MARRELLI, MAURO TOLEDO. Genetic-morphometric variation in Culex quinquefasciatus from Brazil and La Plata, Argentina. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, v. 105, n. 5, p. 672-676, . (05/50225-2, 06/02622-5, 06/57272-9)
LORENZ, CAMILA; ALMEIDA, FABIO; ALMEIDA-LOPES, FERNANDA; LOUISE, CAROLINE; PEREIRA, STELLA N.; PETERSEN, VIVIAN; VIDAL, PALOMA O.; VIRGINIO, FLAVIA; SUESDEK, LINCOLN. Geometric morphometrics in mosquitoes: What has been measured?. INFECTION GENETICS AND EVOLUTION, v. 54, p. 205-215, . (13/26014-8, 13/26017-7, 10/15039-1, 06/02622-5, 14/27172-9, 12/17717-2, 13/05521-9)
MORAIS, SIRLEI ANTUNES; DE ALMEIDA, FABIO; SUESDEK, LINCOLN; MARRELLI, MAURO TOLEDO. LOW GENETIC DIVERSITY IN Wolbachia-INFECTED Culex quinquefasciatus (DIPTERA: CULICIDAE) FROM BRAZIL AND ARGENTINA. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 54, n. 6, p. 325-329, . (05/50225-2, 06/02622-5)
MARIANA DEVICARI; ADRIANA RIOS LOPES; LINCOLN SUESDEK. Dimorfismo sexual alar em Aedes scapularis (Diptera: Culicidae). Biota Neotropica, v. 11, n. 2, p. 165-169, . (06/02622-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.