Busca avançada
Ano de início
Entree

Prospecção de genes relacionados com a resistência do carrapato (Boophilus microplus) em bovinos de corte

Processo: 06/02909-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2006 - 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Luiz Roberto Furlan
Beneficiário:Luiz Roberto Furlan
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Carrapatos  Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa (RT-PCR)  Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos  Biotecnologia  Bovinos  Expressão gênica 

Resumo

Os prejuízos causados à pecuária brasileira pelo carrapato (Boophilus microplus) são significativos e, uma das estratégias utilizadas para aumentar a produtividade dos rebanhos bovinos criados nas regiões tropicais tem sido a utilização de raças mais resistentes a esse ectoparasita. Por outro lado, os estudos de melhoramento genético têm demonstrado a existência de variabilidade genética para a resistência ao carrapato, indicando um grande potencial para a seleção dessa característica dentro das raças bovinas. Dentro deste contexto, o objetivo desse projeto baseia-se na aplicação da tecnologia de “microarrays” de DNA para a prospecção de genes potencialmente relacionados com os mecanismos de resistência/tolerância ao carrapato, mediante a análise da expressão gênica diferencial em amostras de linfonodos de bovinos suscetíveis (Aberdeen Angus) e resistentes (Nelore) infestados experimentalmente com este parasita. No delineamento experimental, serão analisadas amostras de linfonodos provenientes de animais suscetíveis das raças Aberdeen Angus (n=15) e resistentes da raça Nelore (n=15), na ausência ou na presença do carrapato. Na primeira etapa do projeto, recentemente concluída, bezerros mantidos livres de carrapato desde o nascimento, foram infestados artificialmente com larvas de Boophilus microplus quando atingiram quatro meses de idade. As biópsias de linfonodo são realizadas em dois momentos: 15 dias antes da infestação e 21 dias após a infestação. As amostras, colhidas em triplicata, forão identificadas, congeladas em nitrogênio líquido e armazenadas em ultra-freezer (- 80 ºC) para posterior processamento.. Na segunda etapa, objeto da presente solicitação, estas amostras serão utilizadas para extraçao do RNA e análise da expressão gênica diferenciada pela técnica de “microarrays”.Os resultados obtidos serão submetidos à análise estatística para identificação dos genes diferencialmente expressos, os quais serão agrupados em categorias funcionais (“clustering”) e, posteriormente, analisados com ferramentas de bioinformática apropriadas para a identificação de eventuais redes regulatórias, assumindo que genes regulados em paralelo representam mecanismos comuns de controle da expressão gênica. Para validação dos resultados de expressão diferencial será empregada a técnica de RT-PCR em tempo real. A expectativa é que os resultados deste projeto venham contribuir de forma significativa para a melhor compreensão dos mecanismos genéticos, bioquímicos e fisiológicos envolvidos na manifestação da resistência ao carrapato, permitindo o desenvolvimento de produtos e/ou tecnologias para combater este parasita, tais como: utilização dos conhecimentos gerados em programas de melhoramento genético (seleção assistida por marcadores moleculares, introgressão gênica ou mesmo a produção de animais geneticamente modificados) e no desenvolvimento de produtos biotecnológicos (vacinas, medicamentos, diagnóstico) empregados no combate ao carrapato, o que deve levar a ganhos de produtividade na produção de carne e de couro bovino. (AU)