Busca avançada
Ano de início
Entree

Gestão do desenvolvimento econômico local e reestruturação espacial nos municípios da região metropolitana de campinas(sp)

Processo: 06/03011-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2006 - 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Claudete de Castro Silva Vitte
Beneficiário:Claudete de Castro Silva Vitte
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Desenvolvimento econômico regional  Região metropolitana  Campinas (SP) 

Resumo

Este projeto tem como proposta fazer um estudo das principais estratégias de desenvolvimento econômico local implementadas em período recente nos municípios pertencentes à Região Metropolitana de Campinas, discutindo o alcance e limites dessas estratégias e as transformações espaciais delas resultantes. Visa também contribuir no debate teórico dos modelos interpretativos do desenvolvimento local/regional de impacto territorial. Há no mundo e no Brasil diversas experiências em curso de estratégias de desenvolvimento local (arranjos produtivos, sistemas locais de inovação, economia solidária, desenvolvimento local integrado e sustentável e outros). A metodologia de pesquisa propôe uma adaptação do Modelo Pentágono (Antonio Barquero), Desenvolvimento Endógeno (Jair do Amaral Filho), Divisão Espacial de Consumo (David Harvey) e representações do desenvolvimento local (Valére Oth). No âmbito da ciência geográfica assumir-se-á o objeto geográfico como um processo social de particularização do processo universal de valorização do espaço, conforme proposto por Antonio Carlos Robert Moraes, e da tentativa de estudo de uma geografia econômica do local, estudando as funções produtivas, as atividades de circulação e a lógica locacional de diferentes atividades, mas também uma geografia política do local, enfocando a ação do Estado (nível local) na produção, reprodução e organizaçao do espaço e as políticas e instrumentos de regulação das atividades econômicas. (AU)