Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos dos investimentos publicos em pesquisa e tendencias tecnologicas para cadeias de producao: o caso do amendoim no estado de sao paulo.

Resumo

São Paulo responde por grande parte da produção nacional de amendoim, uma cultura em expansão e em transformação tecnológica, devido ao uso de cultivares mais produtivos, colheita mecanizada, processos inovadores na pós-colheita e no controle de qualidade do produto. Este projeto tem por objetivo medir os retornos dos investimentos públicos dirigidos ao desenvolvimento de novos cultivares, e estudar os vários segmentos da cadeia de produção do amendoim no estado, numa abordagem diagnóstica e prognóstica para a identificação dos gargalos e fatores limitantes a competitividade da atividade, priorizando as demandas tecnológicas atuais, potenciais e futuras, contribuindo para a gestão de recursos destinados à pesquisa e para a competitividade dessa cadeia de produção.Para medir os retornos dos investimentos públicos em novos cultivares, utilizar-se-ão os métodos propostos por Khalon et al. (1977) e por Pardey et al. (2002). Será estimada a relação entre variações no valor da produção de amendoim imputáveis aos novos cultivares, e os custos de desenvolvimento desses cultivares, a partir de informações, referentes ao período de 1980 a 2005, para as seguintes variáveis: recursos financeiros envolvidos nos estudos com variedades de amendoim; remuneração da equipe de trabalho e dedicação de cada membro; taxa de adoção das variedades; área em produção; produtividade; valor da produção e preços. Alternativamente, o benefício total do melhoramento varietal será estimado com base nos diferenciais de produtividade calculados com base em experimentos, comparando-se os novos cultivares com os anteriores. Essas técnicas fornecerão elementos para o cálculo de taxas internas de retorno e de períodos de recuperação dos investimentos. Para caracterizar a cadeia de produção serão levantadas informações relacionadas a três subsistemas: produção agrícola, beneficiamento e estocagem, e processamento industrial e comercialização. As informações serão coletadas junto a agentes atuantes na cadeia de produção, através de entrevistas e reuniões, e junto a instituições que trabalham informações do agronegócio, buscando traçar a evolução dos subsistemas nos últimos dez anos para avaliar o desempenho e competitividade da cadeia de produção.A análise prognóstica será baseada em um conjunto de conceitos e técnicas para previsão do comportamento de variáveis sócio-econômicas, políticas, culturais e tecnológicas, objetivando identificar as demandas atuais, potenciais e futuras do mercado de tecnologia das instituições de pesquisa. A aplicação do enfoque sistêmico na prospecção tecnológica é fundamentada na utilização dos conceitos de sistemas e das suas ferramenta de análise para caracterização das demandas. As demandas serão relacionadas aos sistemas de produção e aos sistemas naturais ou ecossistemas Simulações de cenários futuros serão construídas através de método Delphi, que propõe a consulta de um grupo de especialistas a respeito de eventos futuros através de um questionário, repassado continuadas vezes até que seja obtida uma convergência das respostas, que representa uma consolidação do julgamento intuitivo do grupo. Para o estudo pretende-se selecionar um grupo de 120 especialistas,que representem todos os subsistemas da cadeia de produção, e de pesquisadores, contemplando as áreas de melhoramento genético de variedades de amendoim, manejo da lavoura,micotoxinas e tecnologia de alimentos. A partir da discussão oferecida pelos painéis Delphi, serão coletados elementos de precisão que constituam os cenários do futuro onde poderão ser identificas as incertezas dependentes e independentes (Porter, 1989),que poderão afetar os subsistemas de produção, determinando os fatores causais,as demandas tecnológicas e os seus reflexos na competitividade de toda a cadeia produtiva. Para priorizar demandas será adotado o método de escores, composto por notas,cujo critério de atribuição serão os impactos da tecnologia em cada um dos subsistemas de produção estudados. (AU)