Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo endócrino reprodutivo em felinos silvestres brasileiros: puberdade e ciclicidade ovariana em onça pintada (Panthera onca); gestação e pós-parto em gato mourisco (Puma yagouarondi) a partir da dosagem de progestinas fecais por enzimaimunoensaio

Processo: 06/04657-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2006 - 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Claudio Alvarenga de Oliveira
Beneficiário:Claudio Alvarenga de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reprodução animal  Endocrinologia veterinária  Metabólitos  Progestinas  Anticorpos monoclonais  Felinos (criação)  Técnicas imunoenzimáticas 

Resumo

Durante a última década, o monitoramento dos metabólitos de estrógenos e progestágenos nas fezes permitiu a caracterização efetiva do ciclo estral, prenhez e padrões sazonais da reprodução de várias espécies de felinos. Trabalhos realizados com felídeos selvagens utilizaram para detecção das progestinas um anticorpo monoclonal (CL425) que faz reações cruzadas importantes com os principais metabótitos fecais de progesterona descritos para esse táxon. O presente estudo tem como objetivo utilizar a técnica de enzimaimunoensaio com Ac monoclonal CL425 para identificar o perfil das progestinas fecais no início da atividade ovariana e caracterizar a atividade ovariana utilizando a análise dos metabólitos fecais para elucidar os conflitos associados com as variações das concentrações desse hormônio ao longo do ciclo estral em onça-pintada (Panthera onca) e caracterizar a atividade luteal durante a gestação e pós-parto em gato-mourisco (Puma yagouaroundi). (AU)