Busca avançada
Ano de início
Entree

Programas especiais de formação de professores, educação a distância e escolarização: pesquisas sobre novos modelos de formação em serviço

Processo: 08/54746-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de março de 2009 - 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Belmira Amélia de Barros Oliveira Bueno
Beneficiário:Belmira Amélia de Barros Oliveira Bueno
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Alda Junqueira Marin ; DENISE TRENTO REBELLO DE SOUZA ; Marilene Proença Rebello de Souza
Bolsa(s) vinculada(s):11/01679-1 - Universitarização da formação docente, formadores de campo e profissionalização: um estudo no contexto francês, BE.PQ
11/09847-0 - Programas especiais de formação de professores,educação a distância e escolarização: pesquisas sobre novos modelos de formação em serviço, BP.PD
10/13603-7 - Estágio supervisionado em programas especiais de formação de professores em serviço: o lugar da prática de ensino na formação de professores experientes no magistério, BP.MS
+ mais bolsas vinculadas 11/09845-8 - Programas especiais de formação de professores, educação a distância e escolarização: pesquisas sobre novos modelos de formação em serviço, BP.PD
11/09971-3 - Programas especiais de formação de professores, educação a distância e escolarização: pesquisas sobre novos modelos de formação em serviço, BP.PD
10/14202-6 - Universitarização do magistério e constituição da identidade docente, BP.MS
10/16053-8 - Programas especiais de formação de professores, educação a distância e escolarização: pesquisa sobre novos modelos de formação e serviço, BP.TT
09/10019-5 - "a divisão das funções docentes em programas especiais de formação de professores: uma nova versão de tecnicismo educacional?", BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Ensino e aprendizagem  Educação a distância  Currículos e programas  Escolarização 
Publicação FAPESP:https://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Excellence...sciences_9y6u8Rr_28_29.pdf

Resumo

A proposta tem por objetivo analisar os programas especiais de formação de professores em serviço que emergiram no período pós LDB 9394/96, bem como o modelo pedagógico que se configura em tais propostas por meio da educação à distância. Análises de diferentes escopos, inclusive comparativas, serão desenvolvidas com vistas a caracterizar esses programas e examinar o lugar que ocupam nas atuais reformas educativas. Nessa perspectiva, buscará também, com o apoio de projetos de pós-doutorado, analisar cursos e experiências de concepções similares desenvolvidos em países da América Latina. O projeto compreende dois eixos investigativos. O primeiro, de escopo mais abrangente, propõe-se a analisar o contexto em que surgem os programas especiais, a estrutura e funcionamento dos programas, suas concepções, pressupostos e modus operandi. Nessa linha busca examinar o currículo, os dispositivos e materiais de ensino (impressos e virtuais), o perfil dos alunos-professores, a divisão das funções docentes, o surgimento de novos agentes educacionais e os conhecimentos sobre escola veiculados nesses novos contextos. Um segundo eixo se detém no exame das implicações e repercussões desses programas nos processos de escolarização e na prática pedagógica dos professores egressos de programas especiais. Considerando que uma das ênfases desses programas recai sobre a prática dos professores, com o endosso do discurso das competências, os temas desse eixo focalizam: os limites e potencialidades desse modelo de formação, os saberes docentes construídos pelos professores, suas representações e apropriações, inclusive das tecnologias, a questão da leitura dos professores. Volta-se ainda para o exame de processos suscitados no contexto da formação em serviço notadamente, o mercado da formação e as práticas de consumo dos professores. As pesquisas que compõem o projeto trabalham com duas principais fontes de dados: a) documentais: legislação, materiais didáticos distribuídos aos professores, gravações de vídeo e teleconferências e com textos produzidos pelos próprios professores (Memórias e TCCs); b) empíricas: levantamentos em arquivos e cadastros, questionários, observações em campo, entrevistas com professores-alunos, professores egressos, docentes dos programas, gestores, autores dos materiais pedagógicos. A perspectiva que se tem é a de obter maior compreensão sobre as iniciativas e políticas que orientam a formação de professores no Brasil, hoje, notadamente a formação em serviço utilizando referenciais pedagógicos e das Ciências Sociais. (AU)