Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da expressão diferencial quantitativa do gene PKD1 sobre a lesão induzida por isquemia/reperfusão e a capacidade de regeneração renal

Resumo

A doença renal policística autossômica dominante é causada por mutações nos genes PKD1 ou PKD2. Admite-se que o mecanismo de cistogênese envolva a mutação de linhagem germinativa e uma mutação somática no alelo previamente normal. Por outro lado, tem se mostrado, em camundongos, a associação entre outros fenótipos renais e haploinsuficiência de Pkd1, ortólogo a PKD1. A relação entre policistina-1 (produto de PKD1) e insulto isquêmico é desconhecida. Dado seu papel na regulação de proliferação e diferenciação celular e em apoptose, sua menor atividade poderia favorecer uma maior lesão. Neste projeto estudaremos este mecanismo em um modelo murino não-cístico de haploinsuficiência para Pkd1, e em um modelo que reproduz a doença humana. Analisaremos também os efeitos da policistina-1 sobre a regeneração renal após lesão isquêmica e sobre a cistogênese tardia, por meio da administração de células tronco hematopoiéticas Pkd1+/+ ou Pkd1-/- após a instituição de lesão renal. Avaliaremos, por fim, o papel da isquemia sobre o curso da doença renal cística. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BASTOS, ANA P.; PIONTEK, KLAUS; SILVA, ANA M.; MARTINI, DINO; MENEZES, LUIS F.; FONSECA, JONATHAN M.; FONSECA, IVONE I.; GERMINO, GREGORY G.; ONUCHIC, LUIZ F. Pkd1 Haploinsufficiency Increases Renal Damage and Induces Microcyst Formation following Ischemia/Reperfusion. JOURNAL OF THE AMERICAN SOCIETY OF NEPHROLOGY, v. 20, n. 11, p. 2389-2402, NOV 2009. Citações Web of Science: 51.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.