Busca avançada
Ano de início
Entree

Producao caracterizacao do antigeno recombinante p28 a partir da cepa jaboticabal de ehrlichia canis e avaliacao de sua sensibilidade e antigenicidade.

Processo: 06/52402-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2006 - 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Rosangela Zacarias Machado
Beneficiário:Rosangela Zacarias Machado
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Ehrlichia canis  Sorologia  Cães  Reação em cadeia por polimerase (PCR) 

Resumo

Ehrlichia canis é a bactéria responsável por causar a erliquiose monocítica canina, de alta prevalência em todo o país. Devido à dificuldades encontradas nos testes de detecção direta da E. canis, os testes sorológicos são os testes mais utilizados, entretanto reações cruzadas entre várias espécies de erliquias são freqüentes. Os estudos das proteínas antigênicas de superfície da E. canis têm permitido o avanço da utilização de proteínas recombinantes com o intuito de melhorar a especificidade das técnicas sorológicas. Além de evitar as reações cruzadas, os antígenos recombinantes são produzidos em grande quantidade sem a necessidade de promover infecções experimentais, de forma simples e mais econômica que purificar antígenos brutos da cultura celular. Objetivamos avaliar comparativamente a utilização de antígeno bruto de Ehrlichia canis e do antígeno recombinante P28 pelo Dot-ELISA para o diagnóstico de erliquiose em cães naturalmente infectados, além de caracterizar antigênica e molecularmente a capa isolada em Jaboticabal por Machado em 1993. (AU)