Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção leiteira em cabras da raça parda Alpina: influência dos hormônios cortisol e IGF-I

Processo: 06/54930-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2006 - 31 de agosto de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:João Alberto Negrão
Beneficiário:João Alberto Negrão
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Cabras  Cabra alpina  Lactação  Glândulas mamárias animais  Qualidade do leite  Fator de crescimento insulin-like I  Hidrocortisona 

Resumo

Alguns autores sugerem que o fator de crescimento semelhante à insulina do tipo I (IGF-I) pode diminuir os efeitos deletérios impostos pelo estresse, pois aparentemente as ações biológicas do IGF-I se contrapõem diretamente as ações do cortisol (CORT). Caso esta hipótese se confirme durante a lactação, o IGF-I pode ser utilizado para minimizar o efeito do estresse sobre a redução da quantidade e qualidade de leite produzido. Utilizando como modelo experimental, cabras da raça Parda Alpina, o presente projeto de pesquisa pretende monitorar os níveis dos hormônios CORT e IGF-I, para verificar se existe relação entre estes hormônios e a quantidade e qualidade do leite produzido (objetivo geral). Para melhor compreender as possíveis ações antagônicas existentes entre o IGF-I e o CORT, a liberação destes hormônios será estimulada, via administração exógena de GH (tratamento) e ACTH (desafio) nas diferentes fases da vida produtiva (crescimento, lactação) dos animais experimentais (objetivos específicos). (AU)