Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de derivados de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos em aerossóis atmosféricos

Processo: 06/55506-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2006 - 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Lilian Rothschild Franco de Carvalho
Beneficiário:Lilian Rothschild Franco de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição atmosférica  Material particulado  Aerossóis  Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos  Emissões de veículos  Substâncias tóxicas  Mudança climática 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_116_155_155.pdf

Resumo

A existência de uma relação entre a exposição ao material particulado atmosférico e os efeitos sobre a saúde humana tem sido alvo de muita investigação. Nas áreas urbanas, a principal fonte de material particulado atmosférico é a queima incompleta do combustível nos motores dos veículos, e a fração inalável desse material está associada a uma grande diversidade de substâncias químicas, muitas das quais são tóxicas. Os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) foram identificados como sendo componentes importantes do material particulado atmosférico, uma vez que apresentam atividade mutagênica e/ou cancerígena. Mais recentemente, alguns nitro-HPAs e oxi-HPAs foram reconhecidos como compostos mais tóxicos do que seus precursores e, mesmo presentes em níveis baixos no material particulado atmosférico, a atividade mutagênica acentuada desses derivados os torna de grande interesse toxicológico. Apesar dos esforços para caracterizar o material particulado de atmosferas urbanas, os compostos orgânicos identificados até o momento não explicam toda a toxicidade identificada nesse material. O objetivo deste projeto é determinar nitro-HPA e oxi- HPA no material particulado atmosférico na cidade de São Paulo, um centro urbano altamente poluído cujas fontes de emissão predominantes são os motores de veículos movidos a gasolina, etanol e diesel. A determinação dos níveis de concentração dos derivados de HPAs será feita em locais muito e pouco impactados por fontes antropogênicas, em especial veículos, empregando a cromatografia a gás bidimensional que oferece características analíticas interessantes para matrizes complexas como são as amostras de material particulado atmosférico. (AU)