Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalência e fatores de risco para anticorpos anti neospora caninum em bovinos da região oeste do Estado de São Paulo

Processo: 06/57743-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2007 - 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Daniel Moura de Aguiar
Beneficiário:Daniel Moura de Aguiar
Instituição-sede: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):São Paulo  Prevalência  Fatores de risco  Sorologia  Neospora caninum  Bovinos 

Resumo

O presente trabalho visa determinar a prevalência e fatores de risco para a infecção por Neospora caninum em propriedades e fêmeas bovinas adultas (> 24 meses) da região oeste do Estado de São Paulo. As amostras a serem utilizadas nesta pesquisa foram recentemente empregadas em estudos que determinaram a prevalência da infecção por Brucella abortus e Leptospira spp no Estado de São Paulo. Estas amostras estão estocadas no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Sanidade Animal do Instituto Biológico de São Paulo, e ainda não foram testadas para N. caninum. De um total de 149 propriedades, serão testadas 1.420 vacas frente a Reação de Imunofluorescência Indireta (com diluição inicial de 1:25) para a pesquisa de anticorpos anti-N. caninum. Serão avaliadas as prevalências encontradas nas diferentes diluições. Os resultados da sorologia serão confrontados com dados obtidos em questionários epidemiológico aplicados na ocasião das visitas nas fazendas, a fim de que seja avaliada a presença de possíveis fatores de risco para a infecção. Para esta analise, serão realizadas análises univariada (Qui-quadrado-X2) e multivariada (Regressão logística). As prevalências (por propriedades e animais) serão obtidas com intervalo de confiança de 95%, também sendo calculada a prevalência por exploração bovina (corte, leite e mista). Estes dados serão analisados pelo-X2 (P<0,05) para verificar possíveis diferenças entre as explorações. Os cálculos estatísticos serão realizados com auxílio dos programas Epilnfo 6.04 e SPSS para Windows. (AU)