Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de características de carcaça de animais Nelore e Caracu, de um ano até a idade adulta, utilizando ultra-sonografia

Processo: 06/58092-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2007 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Maria Eugênia Zerlotti Mercadante
Beneficiário:Maria Eugênia Zerlotti Mercadante
Instituição-sede: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa , SP, Brasil
Assunto(s):Composição corporal  Seleção  Reprodução  Peso corporal 

Resumo

Músculos, gordura, ossos e tecido conectivo são os principais componentes da carcaça bovina. A indústria necessita de uma quantidade mínima de músculo para maximizar o processo de abate, determinada gordura de cobertura para preservar a qualidade da carne, além de gordura intramuscular, que confere maciez durante a mastigação. Entretanto, como a seleção para maior crescimento aumenta peso e altura em todas as idades, e a deposição de gordura inicia-se após o crescimento muscular ter cessado, estas características podem ser antagônicas. Atualmente, a ultra-sonografia é usada para predizer acuradamente área do olho do lombo (AOL), espessura de gordura de cobertura na costela (EGC) e na garupa (EGP8), e gordura intramuscular (PGI) de bovinos. Os objetivos do projeto são: a) estimar o crescimento da AOL, EGC, e EGP8 em animais Nelore e Caracu, dos 12 meses até cessar o crescimento muscular; b) estimar correlação fenotípica e genética entre as medidas de carcaça de machos e fêmeas; c) inferir sobre a idade em que há maior variabilidade fenotípica e genética das medidas de AOL, EGC e EGP8 em fêmeas Nelore e Caracu criadas extensivamente; d) verificar a idade em que há possibilidade de medir PGI; e, e) estimar as relações fenotípicas e genéticas entre medidas de AOL, EGC e EGP8 e peso, altura e características de reprodução de fêmeas. Este estudo fornecerá informações para a seleção de animais com características desejáveis de maior deposição de músculos, aliada à deposição de gordura de cobertura e intramuscular em sistemas de engorda que predominem no Brasil, aumentando a eficiência da seleção para produção de carne que atenda às exigências do mercado. (AU)