Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do uso de antioxidantes frente a degradacao termica do colesterol em sistemas modelo lipidicos.

Processo: 06/61129-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2007 - 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Neura Bragagnolo
Beneficiário:Neura Bragagnolo
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ácidos graxos  Colesterol  Antioxidantes  Oxidação lipídica  Óxidos de colesterol 

Resumo

O colesterol apresenta em sua estrutura química uma ligação dupla sendo, portanto, susceptível a reações oxidativas e mesmo quando protegido da oxidação, pode ser degradado por autoxidação sob várias circunstâncias. A iniciação dessa degradação ainda é desconhecida, mas evidencia-se principalmente pela formação de radicais no colesterol no estado cristalino. O uso de antioxidantes pode retardar ou impedir a formação de óxidos de colesterol, uma vez que interrompem o mecanismo de formação de radicais livres, através da doação de prótons, tanto para os ácidos graxos insaturados como para o colesterol. O objetivo deste trabalho é verificar o impacto do uso de diferentes antioxidantes na degradação térmica do colesterol em sistemas-modelo lipidicos na presença e ausência de ácidos graxos com diferentes graus de insaturadão (ácido esteárico, ácido oléico e ácido linolênico) e de oxigênio. A ação dos antioxidantes será monitorada pela formação de óxidos de colesterol e alteração na composição de ácidos graxos, bem como pela degradação dos antioxidantes adicionados aos sistemas-modelo. (AU)