Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos hemodinâmicos, metabólicos e citoprotetores do anticorpo monoclonal anti-TNF-alfa no processo de isquemia e reperfusão intestinal

Processo: 06/02555-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 31 de outubro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Ruy Jorge Cruz Junior
Beneficiário:Ruy Jorge Cruz Junior
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transplante de órgãos  Intestinos  Anticorpos monoclonais  Células endoteliais  Fator de necrose tumoral alfa  Interferon gama 

Resumo

I Introdução: O transplante intestinal tornou-se o tratamento definitivo para os pacientes em falência intestinal que não toleram a nutrição parenteral prolongada (NPP). A utilização de uma terceira droga em associação com tacrolimus e esteróides visa reduzir a toxicidade da primeira pela redução de sua dose. Anticorpos monoclonais tem sido utilizado com vantagens sobre o tratamento convencional. A lesão endotelial causada por isquemia e reperfusão gera distúrbio circulatórios e ativa a cascata inflamatória. Há também aumento das células inflamatórias no intestino reperfundido pela provável adesão de glicoproteinas a neutrófilos os células endoteliais que desencadeiam interações celulares resultando no processo de apoptose pela ativação da caspase. Os mediadores mais expressivos da resposta inflamatória no transplante de intestino delgado são o Fator de Necrose Tumoral alfa (TNF-alfa), o Interferon gama (INF-gama)e as interleucinas IL-2, IL-6 e IL1-beta. A utilização de bloqueadores de TNF-alfa podem induzir melhora significativa em enfermidade mediadas imunologicamente. II-Objetivo: Avaliar os efeitos hemodinâmicos, metabólicos e citoprotetores da terapia com anticorpo monoclonal anti- Fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa), infliximab, no processo de isquemia e reperfusão intestinal. III- Material e métodos: Serão utilizados 20 porcos (Minipig BR1) divididos em dois grupos, de modo randômico: GI (controle) e GII (Infliximab). Anestesia e preparo cirúrgico conforme protocolo instituído. Após a cateterização venosa o grupo controle receberá 250ml de solução fisiológica e os animais do grupo de estudo receberão Infliximab (5mg/kg) em solução salina no mesmo volume do grupo controle. A freqüência cardíaca, a pressão arterial média, pressão média da artéria pulmonar e os fluxos sangüíneos da artéria e da veia mesentéricas superiores serão medidos continuamente. A pressão oclusão da artéria pulmonar, a pressão venosa central e o débito cardíaco serão mensurados de forma intermitente nos diversos momentos experimentais. Serão calculadas também as resistências vasculares sistêmica, pulmonar e regionais, conforme as fórmulas-padrão. A pressão parcial de dióxido de carbono regional da mucosa intestinal (PrCO2) será obtida nos momentos experimentais. O gradiente entre a PrCO2 e a PaCO2 será definido como PCO2-gap. Amostras de sangue arterial (pelo cateter em aorta abdominal), venoso misto (da artéria pulmonar), da veia porta e da veia mesentérica superior serão colhidas nos momentos experimentais para análise gasométrica, dosagem de lactato, hemoglobina, sódio, cálcio e glicose pelo analisador Stat-Profile Ultra-C. Serão ainda dosadas as concetrações sérias de TNF-alfa, IL-1beta, Il-2, IL-6 e INF-gama em amostra colhidas no momento do inicio da reperfusão e a cada 30 minutos até o final do experimento. Os tecidos fixados em formalina serão encrustrados em parafina e cortados em micrótomo para colorações de Hematoxilina-eosina, imunohistoquímica ( Caspase 3 e MPO ) e examinados em microscopia ótica para estudo da apoptose celular. Fragmentos de parede intestinal, de pulmão e lavado brônquico serão homogeneizados para analise bioquímica das atividades de MDA. Ao término do experimento, os animais serão sacrificados com a administração, por via endovenosa, overdose de anestésico seguida de 40 ml de solução de cloreto de potássio a 19,1%. Método Estatítico: Os dados serão expressos como média +/- erro padrão da média. Será aplicada análise de variância com medidas repetidas (ANOVA), para análise longitudinal (temporal) entre os momentos de leitura das variáveis e para comparação entre os grupos. Diferenças serão consideradas estatisticamente significativas quando p<0,05. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CRUZ, JR., RUY J.; GARRIDO, ALEJANDRA G.; CALY, DECIO DE NATALE; ROCHA-E-SILVA, MAURICIO. Hepatosplanchnic Vasoregulation and Oxygen Consumption During Selective Aortic Blood Flow Reduction and Reperfusion. JOURNAL OF SURGICAL RESEARCH, v. 171, n. 2, p. 532-539, DEC 2011. Citações Web of Science: 2.
CRUZ, JR., RUY J.; GARRIDO, ALEJANDRA G.; RIBEIRO, CRISTIANE M. F.; HARADA, TOMOYUKI; ROCHA-E-SILVA, MAURICIO. Regional Blood Flow Distribution and Oxygen Metabolism During Mesenteric Ischemia and Congestion. JOURNAL OF SURGICAL RESEARCH, v. 161, n. 1, p. 54-61, JUN 1 2010. Citações Web of Science: 7.
CRUZ JUNIOR, RUY J.; GARRIDO, ALEJANDRA G.; E SILVA, MAURICIO ROCHA. Early hemodynamics and metabolic changes after total abdominal evisceration for experimental multivisceral transplantation. Acta Cirurgica Brasileira, v. 24, n. 2, p. 156-161, MAR-APR 2009. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.