Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do fornecimento crônico da leptina e da nutrição sobre a precocidade sexual de novilhas zebuínas (Bos indicus)

Processo: 06/03016-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2007 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Luis Felipe Prada e Silva
Beneficiário:Luis Felipe Prada e Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bovinocultura de corte  Gado Nelore  Leptina  Maturidade sexual  Hipotálamo 

Resumo

A raça Nelore (Bos indicus) compõe a base da pecuária de corte brasileira. O Nelore é bem adaptado às condições tropicais, mas apresenta lenta maturação sexual, o que limita a taxa de desfrute do rebanho. O mecanismo fisiológico regulando a obtenção da puberdade não é bem entendido, porém diversas linhas de pesquisa apontam a leptina como principal limitante da maturidade sexual em novilhas mal alimentadas. A concentração sanguínea da leptina está fortemente relacionada com a condição corporal do animal e novilhas que entram em puberdade mais precocemente possuem maior expressão de leptina pelas células adiposas. O presente trabalho tem como objetivo testar a hipótese de que a elevação da concentração plasmática da leptina pela aplicação de leptina exógena, ou pelo aumento no consumo diário de energia, é capaz de induzir o início da puberdade em fêmeas Nelores. Vinte e quatro novilhas zebuínas não púberes, e com idade entre 18 e 22 meses, serão divididas em três grupos experimentais: baixa energia (BAIXO), alta energia (ALTO) ou baixa energia com administração de leptina recombinante ovina (BAIXO+LEP). As novilhas serão confinadas em piquetes até a confirmação da primeira ovulação. O controle da alimentação será feito individualmente, por meio de portões eletrônicos tipo Calan. Dentre as 16 novilhas consumindo a dieta com baixa energia, oito serão selecionadas aleatoriamente pare receberem injeções subcutâneas de leptina recombinante ovina durante 40 dias. O estado de maturidade sexual das novilhas será monitorado por ultra-sonografia e pela concentração plasmática de progesterona. Amostras de plasma serão coletadas durante o experimento para determinação da concentração plasmática de progesterona e de leptina. Espera-se que a injeção crônica com leptina sinalize ao hipotálamo das novilhas subalimentadas que existe um suprimento adequado de energia, promovendo o avanço da puberdade. A elucidação do mecanismo regulando a precocidade sexual de fêmeas zebuínas é imprescindível para o desenvolvimento de um protocolo terapêutico de indução da puberdade, ou em programas de seleção genética mais eficazes visando a obtenção de linhagens de bovinos zebuínos mais precoces na obtenção da maturidade sexual. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARVALHO, M. V.; DINIZ-MAGALHAES, J.; PEREIRA, A. S. C.; SANTOS, M. V.; SILVA, L. F. P. Effect of chronic infusion of leptin and nutrition on sexual maturation of zebu heifers. JOURNAL OF ANIMAL SCIENCE, v. 91, n. 3, p. 1207-1215, MAR 2013. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.