Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de compostos a partir de resíduos cerâmicos como substitutos de granito, madeira ou outros revestimentos nobres

Processo: 01/08476-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de janeiro de 2002 - 30 de junho de 2005
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Paulo Carlos Galin
Beneficiário:Paulo Carlos Galin
Empresa:Perc Engenharia Ltda
Município: São Paulo
Bolsa(s) vinculada(s):04/01506-6 - Desenvolvimento de compostos a partir de resíduos cerâmicos como substitutos do granito, madeiras ou outros revestimentos, BP.TT
03/01620-0 - Desenvolvimento de compostos a partir de resíduos cerâmicos como substitutos de granito, madeira ou outros revestimentos nobres, BP.TT
03/01610-5 - Granito sintético: desenvolvimento de compostos poliméricos a partir de resíduos cerâmicos como substitutos de granito, madeira ou outros revestimentos nobres, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 02/12177-8 - Desenvolvimento de compostos a partir de resíduos cerâmicos como substituto do granito, madeira ou outros revestimentos nobres, BP.PIPE
02/00043-7 - Desenvolvimento de compostos poliméricos a partir dos resíduos cerâmicos como substituto do granito, madeira ou outros revestimentos nobres, BP.TT
01/14479-9 - Desenvolvimento de compostos poliméricos com resíduos cerâmicos como substituintes de granito, madeira ou outros revestimentos nobres, BP.PIPE - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Materiais cerâmicos 

Resumo

A proposta em pauta inova em relação aos componentes do composto, ou seja, o presente projeto visa ao desenvolvimento de um composto híbrido a partir de PMMA e materiais inorgânicos do mercado nacional, tais como resíduos industriais variados, alumina, pó de granito, pó de mármore, pó de vidro, entre outros, que possam atribuir ao polímero propriedades interessantes como aquelas observadas nos estudos da literatura. Os componentes do sistema polímero/cerâmica foram selecionados com base em propriedades e compatibilidade/estabilidade da mistura. Porém outros polímeros e cargas minerais serão testados para melhorar o desempenho e diminuir os custos. Esses produtos deverão ser totalmente recicláveis ou passíveis de obtenção no meio ambiente sem maiores preocupações ou controles. Foi proposto pela primeira vez o uso da reticulação por radiações ionizantes como ferramenta básica para essa classe de produtos. A aplicação da técnica de polimerização induzida por radiação ao sistema composto do monômero base metil metacrilato, misturado a outros componentes, permitirá o controle fino da reação, pois a polimerização por radiação possibilita um controle maior do processo, já que a energia pode ser entregue diretamente na massa reativa sem problemas de transmissão térmica. Na aplicação dessa técnica estão ausentes bolhas e produtos de degradação térmica, pois a radiação dispensa o uso de iniciadores radicalares. Verifica-se também a ausência de monômeros residuais, pois a radiação permite atingir conversões mais altas do que em qualquer processo, eliminando a presença de monômeros que podem pospolimerizar. Além disso, no caso de irradiação por elétrons acelerados a cura é imediata. (AU)